REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/9474
Tipo: Dissertação
Título: A espiritualidade e a religiosidade na prática pediátrica
Título(s) alternativo(s): A spirituality and religiosity in pediatric practice
Autor(es): Santos, Rodrigo Zukauskas
Primeiro Orientador: Oliveira, Raquel Aparecida de
Resumo: Introdução: As novas concepções da física clássica, o crescente movimento religioso e as discussões bioéticas levaram a um aumento significativo de publicações a respeito da espiritualidade, inclusive suas implicações na saúde. Na atenção integral à criança e à família, a espiritualidade e a religiosidade devem estar presente no trabalho do médico em ato, local de infinitas possibilidades, como instrumento comunicacional, no respeito bioético e como força que pode influenciar positivamente o processo saúde-doença. Objetivos: Comparar a religiosidade/espiritualidade dos pediatras e dos residentes em pediatria, e como isso influencia a sua prática clínica; identificar a percepção quanto às necessidades espirituais das crianças atendidas e de seus familiares; e conhecer o quanto a religiosidade/espiritualidade das crianças e familiares influenciam no tratamento e enfrentamento das doenças. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa quantitativa através da aplicação de um questionário sobre os dados gerais de caracterização; questões sobre a dimensão de religiosidade/espiritualidade; conhecimento do tema na saúde e a sua inserção na prática clínica dos profissionais. Resultados: Participaram 37 profissionais, sendo 25 médicos pediatras de um hospital público em Sorocaba-SP e 12 residentes em pediatria pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC/SP. Após tratamento dos dados, constatamos que não houve diferenças entre os dois grupos quanto a sua religiosidade e espiritualidade; são profissionais com grande religiosidade intrínsica, valorizam a espiritualidade e religiosidade em suas vidas, influenciando, inclusive, suas práticas clínicas diárias. Apesar de reconhecerem a necessidade da abordagem espiritual das crianças e familiares e a influência positiva da religiosidade e da espiritualidade no tratamento e enfrentamento das doenças, poucos abordam esta dimensão, sendo apontadas como principais razões a falta de conhecimento, treinamento e de tempo. Os profissionais também se mostram abertos e dispostos a incluírem esta temática em seus trabalhos
Abstract: Introduction: The new concepts of classical physics, the growing religious movement and bioethical discussions led to a significant increase in publications about spirituality, including its health implications. At full attention to the child and family, spirituality and religiosity should be present in the work of the medical act, place of endless possibilities, as an instrument of communication, respect and bioethics as a force that can positively influence the disease process. Objectives: To compare the religiosity/spirituality of pediatricians and pediatric residents, and how this influences their clinical practice to identify the perception of the spiritual needs of the children served and their families, and to know how religiosity/spirituality of children and family influence in the treatment and coping of diseases. Methods: Was performed a quantitative research through a questionnaire about general data characterization; questions about the extent of religiosity/spirituality, knowledge of the subject and its inclusion in health for clinical professionals. Results: Participants were 37 professional, 25 pediatricians in a public hospital in Sorocaba-SP and 12 pediatric residents from the College of Medical and Health Sciences at PUC/SP. After processing the data, we found that there were no differences between the two groups regarding their religiousness and spirituality, are professionals with high intrinsic religiosity, spirituality and religiosity value in their lives, influencing even their daily clinical practice. While recognizing the necessity of spiritual children and families and the positive influence of religiosity and spirituality in coping and treatment of diseases, few approach this dimension. Pointed as the main reasons the lack of knowledge, training and lack of time. Professionals also show open and willing to include this issue in their work
Palavras-chave: Espiritualidade
Educação médica
Pediatra
Religiosidade e medicina
Spirituality
Education
Medical
Pediatric
Religion and medicine
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Santos, Rodrigo Zukauskas. A espiritualidade e a religiosidade na prática pediátrica. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9474
Data do documento: 12-Nov-2013
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rodrigo Zukauskas Santos.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.