???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9294
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorLiesenberg, Luciano-
dc.contributor.advisor1Pires, Julio Manuel-
dc.date.accessioned2016-04-26T20:48:46Z-
dc.date.available2007-09-11-
dc.date.issued2006-10-23-
dc.identifier.citationLiesenberg, Luciano. Desenvolvimento industrial com participação estatal: experiências históricas e o caso do Brasil e da Coréia do Sul. 2006. 181 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/9294-
dc.description.resumoEsse trabalho busca analisar as estratégias de industrialização com participação estatal adotadas no Brasil e na Coréia do Sul, bem como evidenciar a existência de experiências históricas dessas estratégias em países centrais. A escolha do tema visa analisar a eficiência de métodos de cooperação entre Estado e indústria. O trabalho assume a hipótese de que a intervenção estatal na alocação de recursos do setor produtivo não possui um componente de ineficiência intrínseco, pois essa depende das formas e da qualidade dessa intervenção. Na primeira parte, foi adotada uma análise histórica de experiências de desenvolvimento industrial com intervenções sobre os mecanismos de mercado. As conclusões dessa análise evidenciam que essas experiências tiveram importância na criação de vantagens competitivas para os países centrais, permitindo a manutenção de posições dominantes no comércio internacional. Na seção seguinte, o trabalho focaliza o estudo das formas dessa intervenção no Brasil e na Coréia do Sul. Para isso foi efetuada uma análise comparativa de políticas setoriais específicas, nas áreas: Política de Financiamento, de Crédito e Subsídios, Política de Proteção de Mercado e Política de incentivo ao Investimento Direto Externo e absorção tecnológica. A mensuração da eficiência dessas políticas foi realizada através de agregados macroeconômicos dos dois países. Os resultados evidenciam que a Coréia do Sul obteve efeitos positivos de longo prazo, que permitiram ao setor industrial do país maior inserção externa e um padrão de financiamento externo sustentável para o país. Fatores externos demonstram também influência significativa sobre a adoção e o resultado dessas políticas. O formato da política econômica adotada no Brasil permitiu o desenvolvimento de uma estrutura industrial diversificada, todavia sem o mesmo componente endógeno de crescimentopor
dc.description.abstractThis study aim to analyse the strategies of industrialization with state participation adopted in Brazil and South Korea, as well as evidencing that these strategies have also shown their relevance in developed countries. This theme was adopted to analise the effectiveness of state coordinated actions by promoting the industry despite of its interference on the mechanisms of market. The effectiveness of state interference is assumed to depend on the forms and the quality of the intervention. The first part of the study provides a historical interpretation of state coordenated development processes of industrialization in central economies. The conclusion is that this interference created competitive advantages to this economies, allowing the maintenance of dominant positions in the international trade. The second part ot the study focalize in a comparaty analise of the intervention in Brazil and South Korea. Whith this objective, specific policies were chosen to create a comparative basis: Politics of Financing, Credit and Subsidies; market protection policies, and Foreign Direct Investment incentives and tecnological absorption policies. The efectiveness of this policies was measured by the comparison of macroeconomic aggregates of the two contries. The results evidence that South Korea actieved long-run positive effects, wich provide to the country larger external projection and a more sustainable financial pattern of external indebtedness. External factors also demonstrate significant influence on the adoption and on the result of these politics. In Brazil, despite of the diversificated industrial structure created, the endogenous compound of grouth wasn´t createdeng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-26T20:48:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ECO - Luciano Liesenberg.pdf: 692474 bytes, checksum: 5165a15913f5888b2817c7fa0b78bef1 (MD5) Previous issue date: 2006-10-23eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/18140/ECO%20-%20Luciano%20Liesenberg.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentEconomiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Economia Políticapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEstratégias de industrializaçãopor
dc.subjectIntervenção estatalpor
dc.subjectStrategies of industrializationeng
dc.subjectState interferenceeng
dc.subjectIndustria e Estadopor
dc.subjectBrasil -- Politica economicapor
dc.subjectCoreia (Sul) -- Politica economicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApor
dc.titleDesenvolvimento industrial com participação estatal: experiências históricas e o caso do Brasil e da Coréia do Sulpor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ECO - Luciano Liesenberg.pdf676,24 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.