???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9251
Tipo do documento: Dissertação
Título: Riscos operacionais: uma proposta de modelo de gestão preventiva fundamentada a partir de aspectos da teoria econômica
Autor: Fonseca, Leandro Gomes da 
Primeiro orientador: Lacerda, Antonio Corrêa de
Resumo: O mercado econômico-financeiro tem direcionado sua atenção para os riscos operacionais e suas consequências, diante da fragilidade dos processos corporativos quanto a perdas financeiras ocasionadas por falhas e erros oriundos de pessoas, sistemas e processos mal desenhados quanto aos seus objetivos. As recentes crises financeiras, em grande parte, tiveram início pela concretização de riscos operacionais que, por sua vez, passaram a ter maior exposição de ocorrência pelo fato da globalização e do avanço tecnológico. No ímpeto de se protegerem das consequências derivadas dos riscos operacionais, empresas dos mais variados setores passaram a adotar como medida de proteção a retenção de capital. No entanto, tal mecanismo isolado mostrou-se insuficiente na gestão dos riscos operacionais, indicando a necessidade de novas medidas e ações para garantir maior segurança na gestão dos negócios e, consequentemente, para contribuir para estabilidade econômica. Nesse contexto, esta dissertação tem por objetivo apresentar um modelo de gestão preventiva e qualitativa dos riscos operacionais, assim como destacar o uso equilibrado do mecanismo de retenção de capital em um cenário de incerteza. O modelo de gestão visa aumentar a eficiência dos processos corporativos por evitar perdas oriundas de falhas e erros de pessoas, sistemas e processos mal elaborados, passível de ser aplicado em qualquer segmento do mercado. Como referencial bibliográfico, recentes artigos sobre riscos operacionais são analisados, assim como o embasamento teórico sobre alguns aspectos relacionados às incertezas do ponto de vista macro e microeconômico em relação à gestão dos riscos operacionais corporativos. As teorias do principal-agente, seleção adversa e risco moral também são analisadas frente à proposta do modelo de gestão de riscos operacionais, mais precisamente nas condições de aprimorar análises, escolhas e decisões em cenários de informação assimétrica. A aplicação do modelo preventivo e qualitativo proposto contribuirá para estruturas e processos corporativos mais seguros e eficientes e, consequentemente, também contribuirá para a solvência das corporações
Abstract: The economic and financial market has directed attention to operational risks and their consequences, given the business processes fragility like financial losses caused by failures and errors coming from people, systems and processes with badly design about corporative goals. The recent financial crisis, largely started by the realization of operational risks which, in turn, began to have a higher incidence of exposure because of globalization and technological advancement. In the rush to protect themselves from the consequences derived from operational risks, companies in various sectors have adopted as a measure of capital retention for protection. However, this mechanism isolated proved insufficient in managing operational risks, indicating the need for further measures and actions to ensure greater security in business management and, consequently, to contribute for economic stability. In this context, this work aims to present a model of preventive and qualitative management of operational risks, as well as highlight the balanced use of capital retention mechanism in an uncertainty scenario. The management model aims to increase the efficiency of business processes to avoid losses arising from failures and people mistakes, systems and poor processes designed, which can be applied to any market segment. As bibliographic references, recent articles on operational risks are analyzed, as well as the theoretical background on some aspects related to the uncertainties of the macro and micro-economic point of view in relation to the management of corporate operational risks. Theories of principal-agent, adverse selection and moral hazard are also analyzed against the operational risk management model proposal, more precisely the conditions to improve analysis, choices and decisions in asymmetric information scenarios. The preventive and qualitative model proposal application will contribute to safer and more efficient structures and businesses processes and thus also contribute to the solvency of corporations
Palavras-chave: Riscos operacionais
Incerteza
Gestão preventiva
Retenção de capital
Operational risks
Uncertainty
Preventive management
Capital retention
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Economia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Citação: Fonseca, Leandro Gomes da. Riscos operacionais: uma proposta de modelo de gestão preventiva fundamentada a partir de aspectos da teoria econômica. 2015. 113 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9251
Data de defesa: 7-Apr-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leandro Gomes da Fonseca.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.