???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5329
Tipo do documento: Dissertação
Título: A construção da imagem do peão pantaneiro: a inscrição da TV e do rádio na cultura mestiça do Pantanal de MS
Autor: Bigatão, Rosiney Isabel 
Primeiro orientador: Pinheiro, Amálio
Resumo: A pesquisa tenta compreender como se dá a construção da imagem do peão pantaneiro, aqui entendido como aquele que vive e trabalha no Pantanal. Para tanto, analisa as interações da TV e do rádio com a cultura mestiça pantaneira: mestiça pela trama relacional e conectiva dos modos como se estrutura o pensamento perante a confluência de materiais em mosaico que não se enquadram nas análises feitas a partir do modelo binário e de grande parte das teorias centro-ocidentais. Parte-se da hipótese de que, quando o peão se veste e se prepara para a lida diária, ele usa roupas, acessórios, peças e objetos que criam uma imagem na qual se refletem as várias incorporações que compõem a cultura mestiça do lugar. Nessa imagem, estão presentes interações midiáticas entre índios, bandeirantes, vaqueiros, espanhóis, paraguaios, negros e outras assimilações culturais mais recentes, que acontecem principalmente a partir da TV e do rádio. Longe da internet e das redes móveis o Pantanal tem especificidades que limitam o uso desses aparatos , ele se aproxima do rádio, por meio do qual recebe recados como se fosse um e-mail sonoro, se atualiza e se conecta. Com acesso restrito também à mídia impressa, tendo em vista o alto índice de analfabetismo praticamente todos os peões entrevistados eram analfabetos, os que eram alfabetizados sabiam pouco mais que ler e escrever o nome e nenhum deles tinha o hábito de leitura , e com uma cultura oral por excelência, o peão também faz da TV um importante veículo de comunicação, presente em praticamente todas as fazendas pantaneiras. Esse panorama foi decisivo na escolha do corpus da pesquisa, formado pela novela Pantanal, da Rede Manchete, gravada em 1990 e reprisada em 2008, por matérias jornalísticas da Rede Matogrossense de Televisão, afiliada da Rede Globo, feitas recentemente, e por um programa diário da Rádio Difusora Matogrossense, em Corumbá, além das entrevistas gravadas com peões em um ano de viagens (2005) às fazendas do Pantanal de Mato Grosso do Sul. Para a análise, foram usadas as teorias da semiótica da cultura (Iuri Lotman, Paul Zumthor), da mestiçagem (Severo Sarduy, Serge Gruzinski, Amálio Pinheiro, Viveiros de Castro, Nestor Garcia Canclini), da sociologia do conhecimento (Boaventura de Sousa Santos), de pensadores (Edgar Morin) e estudiosos da comunicação como Jesús Martín-Barbero, cujo trabalho ajudou a entender como se dão as relações entre a mídia e o expectador
Abstract: The survey attempts to grasp how the image of the Pantanal farm worker is built, meaning he who lives and works in the Pantanal. For such, it analyzes the interactions between TV and radio and the mestizo culture of the Pantanal: mestizo because of the relational, connective plot by which the thinking is structured out in the face of a confluence of mosaic-like materials that do not fit into analyses based on the binary model, or into most Midwestern theories. The survey is based on the hypothesis that whenever the farm worker gets dressed and prepares himself for his daily chores, he wears clothing, accessories, items and objects that create an image reflective of the various incorporations that constitute the mestizo culture of the place. Said image comprises media interactions between Indians, Bandeirante colonizers, cowboys, Spaniards, Paraguayans, blacks, and other more recent cultural assimilations that took place mainly with the advent of TV and radio. Far removed from the internet and from mobile networks the Pantanal has specific features that limit the use of such apparatus , he moves closer to the radio, from which he receives messages as if they were audio e-mails, keeps himself updated, and becomes connected. Given his restricted access to printed media as well, due to the high rate of illiteracy virtually all of the farm workers interviewed were illiterate, those who were literate knew little more than how to read and write their names, and none had the habit of reading , and a culture that is oral par excellence, TV is as an important communication vehicle to the farm worker, one that is present in nearly all of the Pantanal farms. This panorama was decisive for the choice of the research corpus, which comprised the Pantanal soap opera, shot in 1990 and re-run in 2008 by the Manchete TV network, recent news stories by Rede Matogrossense de Televisão, a TV channel affiliated with the Globo network, and a daily show on Rádio Difusora Matogrossense, based in the city of Corumbá, as well as interviews recorded with farm workers over the course of one year of trips (2005) to farms in the Pantanal of the state of Mato Grosso do Sul. For analysis, we have used the theories of semiotics of culture (Iuri Lotman), miscegenation (Severo Sarduy, Manuel Delgado, Serge Gruzinski, Amálio Pinheiro), sociology of knowledge (Boaventura de Sousa Santos), and theories by thinkers (Edgar Morin) and scholars in communication whose work helped us to understand how the relations between media and the spectator take place
Palavras-chave: Peão pantaneiro
Rádio e TV
Semiótica da cultura
Miscegenation
Farm worker
Semiotics of culture
Pantanal (Telenovela)
Mesticagem -- Brasil
Pantaneiros -- Pantanal do Mato Grosso (MT e MS)
Pantanal Mato-Grossense (MT e MS) -- Usos e costumes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Bigatão, Rosiney Isabel. A construção da imagem do peão pantaneiro: a inscrição da TV e do rádio na cultura mestiça do Pantanal de MS. 2010. 252 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5329
Data de defesa: 24-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosiney Isabel Bigatao.pdf6,91 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.