???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5312
Tipo do documento: Dissertação
Título: Possibilidades comunicacionais e relacionais entre obras de arte e seus intérpretes como base para categorização da produção contemporânea
Título(s) alternativo(s): Communication and relationship possibilities between works of art and their interpreters as a base for categorizing contemporary production
Autor: Trentin, Maurício Penteado 
Primeiro orientador: Beiguelman, Giselle
Resumo: A pesquisa visa lançar bases para uma nova estrutura de mapeamento e análise das obras de arte, partindo de suas características comunicacionais. Parte-se da hipótese de que existem possibilidades de leitura, discernimento e categorização de objetos de arte na produção contemporânea que podem ser feitas pela análise e interpretação de aspectos comunicacionais entre intérpretes e obras de arte; dos quais decorrem possíveis padrões relacionais. Do ponto de vista metodológico, a investigação apóia-se em pesquisa bibliográfica, discussão de obras que apresentam as categorias e possibilidades comunicacionais e criação de obras próprias que expandem as questões centrais da investigação em outros suportes e interfaces. O intuito é verificar as possibilidades relacionais entre as contrapartes imateriais dos objetos, seus significados, e o intérprete. A lógica é que a relação comunicativa obra/intérprete pode permear mídias e suportes diferentes, suportes esses que não são mais relevantes do que os componentes principais da compreensão e leitura, a carga de significado que as obras transportam e a maneira como esses significados são apreendidos pelo intérprete. Mesmo quando a escolha da mídia ou suporte faz relação direta ao assunto, crítica ou poética da obra, a carga imaterial de representatividade encapsulada pelo objeto e percebida pelo intérprete é central na compreensão da arte contemporânea. Analisando implicações e relações teóricas da proposta, a dissertação visa estabelecer discussão sobre o espaço real da experiência artística contemporânea, o campo comunicacional e relacional, o contato entre significados e intérpretes. A hipótese, portanto, é apresentada por meio de dois discursos: teórico/analítico e artístico. No discurso artístico, séries de obras que operem em níveis diferentes de contato com o intérprete serão criadas e apresentadas. No discurso teórico, categorias relacionais criadas a partir das possibilidades comunicativas entre intérpretes e obras de arte contemporâneas serão propostas e terão sua validade geral adensada com a apresentação de relações teóricas relevantes. Do ponto de vista teórico, a discussão baseia-se nos conceitos de arte pós-histórica de A. C. Danto, de arte contemporânea de C. Cauquelin, na semiótica peirciana, partindo da leitura de L. Santaella, e na importância crucial do intérprete, inicialmente indicada por Duchamp, para investigar as possibilidades de comunicação da arte contemporânea. A investigação demonstra que uma categorização da produção artística contemporânea é possível desde que os parâmetros sejam comunicacionais/relacionais (categorias universais de Peirce aplicadas à relação obra/intérprete, percebendo obras como interfaces entre artistas e intérpretes, próximas as Interfaces Culturais, nos termos de Manovich, porém não obrigatoriamente digitais), levem em conta interpretações específicas e não partam exclusivamente da fisicalidade das obras
Abstract: The research aims at developing a new structure for mapping and analyzing works of art starting with their communicational characteristics. It is based on the hypothesis that there are possibilities in readership, understanding and categorization of objects of art in contemporary production that can be reached by the analysis and interpretation of communication aspects between interpreters and works of art; out of which possible relationship patterns arise. From a methodological point of view, the research is based on bibliographic research, presentation of works that present the communication categories and possibilities and artwork creation, a way to expand the discussion to other medium and interfaces. The goal is to verify the relationship possibilities between the immaterial counterparts of the objects, their meanings, and the observer. The logic is that the communication relationship between the work and the interpreter could permeate different media, the media being no more relevant than the main components of comprehension and readership, the meaning that the works carry and the way in which these meanings are learned by the interpreter. Even when the choice of medium is made in direct relationship with the subject matter, criticism or poetics of the work, the immaterial representation engulfed by the object and noticed by the observer is paramount to the comprehension of contemporary art. Analyzing the implications and theoretical relationships of the proposal, the dissertation aims at establishing discussion about the real space of the contemporary art experience, its communicational and relational scope, the contact between meanings and interpreters. The hypotheses, therefore, is presented by the means of two discourses: theoretical/analytical and artistic. In the artistic discourse, a series of works that operate in different levels of contact with the observer will be created and presented. In the theoretical discourse, relational categories created stemming from the communication possibilities between interpreters and contemporary works of art will be proposed and have their general validity accumulated with the presentation of relevant theoretical relationships. From the theoretical point of view, the discussion is built on the concepts of post-historic art of A. C. Danto, contemporary art of C. Cauquelin, Peircean semiotics based on the reading of L. Santaella, and the crucial importance of the interpreter, initially indicated by Duchamp, to investigate the possibilities of communication in contemporary art. It shows that the categorization of an artistic production is possible as long as the parameters are communicational/relational (Peirce s universal categories applied to the work/interpreter relationship, perceiving works as interfaces between artists and interpreters, close to the Cultural Interfaces, in Manovich s terms, however not necessarily digital), take into consideration specific interpretations and aren t based exclusively on the physicality of the works
Palavras-chave: Arte contemporânea
Estéticas da comunicação
Estética relacional
Interface cultural
Contemporary art
Aesthetics of communication
Relational aesthetics
Cultural interfaces
Arte moderna
Comunicacao na arte
Estetica
Estetica moderna
Semiotica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Trentin, Maurício Penteado. Communication and relationship possibilities between works of art and their interpreters as a base for categorizing contemporary production. 2010. 149 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5312
Data de defesa: 24-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mauricio Penteado Trentin.pdf2,33 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.