???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5248
Tipo do documento: Dissertação
Título: Objetividade como estilo de linguagem em reportagens nos meios impresso e televisual
Título(s) alternativo(s): Objectivity as language style in reports in printed and televisual means
Autor: Pereira, Daniela Soares 
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: Esta pesquisa parte do pressuposto de que a objetividade jornalística constitui-se como signo simbólico ligado a valores da contemporaneidade e se traduz como estilo de linguagem, que mantém sua identidade mesmo em diferentes veículos. Dentre os valores a que este signo se refere cabe citar o mecanicismo e a eficiência técnica, identificados por Habermas como aspectos culturais do Ocidente, desde o advento da Modernidade. A fim de identificar tais valores dentro da linguagem jornalística, a primeira parte deste estudo fixou-se na análise estilística das regras de escrita para a notícia propostas pelos manuais de redação dos dois jornais de maior circulação do País, Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo. A escolha dos manuais como ponto de partida para a investigação justifica-se porque estes propõem a forma da notícia a partir de princípios deontológicos da atividade jornalística, dentre os quais encontra-se a objetividade. A concepção de signo peirceana e os estudos de Santaella sobre matrizes de linguagem e pensamento deram o suporte teórico e metodológico para a investigação. Assim, a objetividade é aqui compreendida como um signo que carrega em si as categorias fenomenológicas da primeiridade, secundidade e terceiridade. Essas categorias permitem que o signo se refira ao seu objeto de maneira icônica, indicial ou simbólica e determinam ainda, como afirma Santaella, o modo de organização das linguagens estabelecendo matrizes lógicas que tornam possível identificar as manifestações do signo em linguagens híbridas como as do meio impresso e da televisão. Dessa forma, os pressupostos da objetividade como signo, extraídos a partir das regras de escrita dos manuais, foram também identificados em reportagens do jornalismo impresso e do telejornalismo, considerando-se em ambos os casos os aspectos lógicos que regem não apenas o verbal, mas também o visual e o sonoro. O esforço desta pesquisa permitiu identificar as estratégias da linguagem jornalística para sugerir a objetividade da notícia, assim como fez compreender de que forma o jornalismo mantém sua identidade em meio à diversidade dos meios de comunicação
Abstract: This research starts from the assumption that the journalistic objectivity constitutes as a symbolic sign linked to values of contemporary and it translates itself as a language style, maintaining its identity even in different vehicles. Among the values about this sign refers to, we should mention the mechanism and technical efficiency, identified by Habermas as cultural aspects of the West, since the advent of Modernity. In order to identificate such values into journalistic language, the first part of this study settled in the stylistic analysis of writing rules for news proposed by the manuals of writing of two largest circulation newspapers of the Country, Folha de São Paulo and O Estado de São Paulo. The choice of the manuals as starting for the investigation justifies because they propose the form of news from the ethical principles of journalistic activity, among those is met the objectivity. The peircean concept of sign and studies by Santaella on matrix of language and thought have given the teoretical and methodological support for the research. Thus, objectivity is understood here as a sign that carries in itself the phenomenological categories of the firstness, secondness and thirdness. These categories allow the sign to refer to its object in an iconic way, indexical or symbolic and also determines, as stated Santaella, the mode of organization of languages establishing logic arrays that make it possible to identify the manifestations of the sign in hybrid languages, such as the printed media and television. Thus, the assumptions of objectivity as a sign, extracted from the rules of written manuals, were also identified in reports of the print journalism and the telejournalism, considering in both cases the logical aspects governing not only the verbal, but also the visual and the sound. The effort of this research permited to identify the strategies of journalistic language to suggest the objectivity of news, as it made understand how journalism maintains its identity into the diversity of means of comunication
Palavras-chave: Objetividade
Jornalismo impresso
Telejornalismo
Objectivity
Printed journalism
Telejournalism
Jornalismo
Jornalismo -- Linguagem
Jornalismo -- Objetividade
Telejornalismo -- Objetividade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Pereira, Daniela Soares. Objetividade como estilo de linguagem em reportagens nos meios impresso e televisual. 2009. 110 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5248
Data de defesa: 29-Sep-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniela Soares Pereira.pdf4,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.