???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5090
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cinema e saturação mediática: o papel do documentário na vida contemporânea
Autor: Araújo, Iralene Silva 
Primeiro orientador: Trivinho, Eugênio
Resumo: A presente Dissertação de Mestrado tem como objeto de estudo o papel cultural do documentário de cinema na sociedade contemporânea, caracterizada por uma vertiginosa quantidade de bens simbólicos em diversos dispositivos e suportes midiáticos. A hipótese formulada considera que o aumento na oferta desses bens não se fez acompanhar por equivalente otimização da qualidade das representações e condições de acesso aos conteúdos veiculados, resultando numa forma de exclusão sociocultural daquele espectador que, privado de intimidade com produções mais complexas ou disperso diante das telas, encontra dificuldade para refletir sobre os sentidos das representações em circulação e para transitar de maneira segura nesse contexto cultural, em igualdade de condições com aqueles que têm acesso e dominam os códigos e convenções vigentes. Em razão de tal quadro, questiona-se: quais qualidades o documentário de cinema porta e que papel cultural ele pode eficazmente desempenhar em meio à saturação mediática atual? Com base em metodologia de pesquisa embasada em levantamento e revisão bibliográficos, reflexão teórica e epistemológica, e análise de documentários, a questão proposta pressupôs a compreensão do estatuto sociocultural da fruição do referido gênero cinematográfico; e as respostas a ela se fez à luz da filosofia (Arthur Schopenhauer, Ernst Fischer e Olgária Matos), da crítica aos meios de comunicação (John B. Thompson, Nestor Garcia Canclini e Paul Virilio), da semiótica (Charles S. Peirce), da etologia (Boris Cyrulnik) e da teoria do cinema (Sergei Eisenstein, Jacques Aumont e Bill Nichols), entre outros referenciais. Esse quadro teórico permitiu entender o documentário de cinema como mídia e como arte, com narrativa atraente e mobilizadora de articulações cognitivas e de formulações críticas para o espectador
Abstract: This Master s dissertation discusses the cultural role of documentary films in contemporary society, characterized by an overwhelming number of symbolic goods in various mediatic devices and supports. The hypothesis formulated here considers that the augmented supply of these goods has not come with an equivalent optimization of the quality of representations and conditions of access to disseminated contents. This leads to a form of sociocultural exclusion of the spectator who, unfamiliar with more complex productions or confused in front of the screen, finds it difficult to reflect on the meaning of the representations in circulation and to transit safely through this cultural context on an equal footing with whose who have access to and mastery over current codes and conventions. This situation leads to the following question: what qualities does the documentary film encompass and what cultural role does it effectively play amid today s mediatic saturation? Based on a research methodology underpinned by bibliographic reviews, theoretical and epistemological reflections, and analyses of documentaries, the proposed question presupposes an understanding of the sociocultural statute of the fruition of the aforementioned cinematographic genre. The answers to it are given in the light of philosophy (Arthur Schopenhauer, Ernst Fischer and Olgária Matos), of a critique of the communications media (John B. Thompson, Nestor Garcia Canclini and Paul Virilio), of semiotics (Charles S. Peirce), of etiology (Boris Cyrulnik), and of cinema theory (Sergei Eisenstein, Jacques Aumont and Bill Nichols), among other references. This theoretical picture enables us to see the documentary film as a medium and an art, with an attractive narrative that mobilizes cognitive articulations and critical formulations for the spectator
Palavras-chave: Fruição cultural
Insílio sociocultural
Exclusão cultural
Leitura de cinema
Inclusão sociocultural
Documentary film
Cultural fruition
Sociocultural distance
Cultural exclusion
Cinema
Reading
Sociocultural inclusion
Documentario (Cinema)
Cinema -- Aspectos sociais
Cinema -- Semiotica
Integracao social
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Araújo, Iralene Silva. Cinema e saturação mediática: o papel do documentário na vida contemporânea. 2008. 138 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5090
Data de defesa: 1-Jul-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Iralene Silva Araujo.pdf740,95 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.