???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4773
Tipo do documento: Tese
Título: Autopoiesis: percursos e sentidos da comunicação no trânsito da semiótica
Autor: Elias, Eduardo de Oliveira
Primeiro orientador: Ferrara, Lucrécia D'Alessio
Resumo: O presente projeto de pesquisa constitui uma indagação relativa à configuração dos processos de informação e de comunicação, nos percursos experienciais que estão na base dos sistemas sígnicos. Tal projeto tem como objetivos principais a realização de uma sondagem acerca da emergência da informação e da comunicação (e suas respectivas veiculações), enquanto processos percepto-cognitivos, bem como a verificação da incidência de operações de autogeração (autopoiesis), representação (semiótica) e registro (escritura) sígnicos, nesses processos. Essa pesquisa pode evidenciar, em virtude dos desdobramentos comunicacionais contemporâneos, novas dimensões epistemológicas e, portanto, trazer contribuições para possíveis modificações paradigmáticas de concepções, processos ou modelos de comunicação, podendo vir a oferecer conhecimentos novos, essenciais para as ampliações das competências produtoras de informação e suas respectivas operações e veiculações. O plano desta pesquisa tem como eixos teóricos básicos, a Semiótica de Charles Sanders Peirce e complementarmente, o Estudo das Funções de Linguagem, no interior do processo da comunicação, tal como concebido por Roman Jakobson; a Teoria da Complexidade, como formulada por Edgar Morin; a noção de Escritura como estabelecida por Jacques Derrida; as Ciências Cognitivas e da Informação. Tais eixos constituem um instrumental teórico nem sempre convergente em abordagens, mas capazes de propiciar a abrangência teórico-crítica necessária ao desenvolvimento do projeto. Desse modo, operando por similaridades, busca-se correlacionar e integrar os aspectos de confluência e permeabilidade estrutural, e de exponenciar certos aspectos sintáticos, das referidas matrizes teóricas. Deve-se observar aqui, que este trabalho em que pese o desenvolvimento crescente dos estudos comunicacionais e semióticos caminha por campos ainda pouco explorados, diante das possibilidades que oferecem e demandam, estando portanto, com os fundamentos teóricos citados, em relação dialógica, não apresentando, assim, disposição argumentativa finalista. Esta pesquisa deverá perquirir um leque de manifestações de comunicação e linguagem articulações sígnicas bi e/ou tridimensionais, reais e/ou virtuais não estando para tanto, vinculada a aspectos conceituais e metodológicos, ou outros, pautados por procedimentos de linearidade. O desenvolvimento prático da verificação de hipóteses, desdobra-se em leituras e análises daquelas articulações, extraídas em corte sincrônico dos códigos da literatura, da arte, da mídia, da arquitetura e do urbanismo, do ambiente, na perspectiva de seus processos semióticos e comunicacionais
Palavras-chave: Informação
Comunicação
Autopoiesis
Semiótica
Autopoiese
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::TEORIA DA COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Elias, Eduardo de Oliveira. Autopoiesis: percursos e sentidos da comunicação no trânsito da semiótica. 2006. 235 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4773
Data de defesa: 17-Apr-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Eduardo Elias.pdf7,29 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.