???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4530
Tipo do documento: Tese
Título: Espaços de imagens: visualidade e medialidade em ambientes comunicativos
Autor: Jacob, Eduardo Louis 
Primeiro orientador: Ferrara, Lucrécia D'Alessio
Resumo: A pesquisa tem como principal interesse entender como se elaboram estruturas de sentido baseadas nas relações entre espaço e imagem. Em face da multiplicação de imagens pelas tecnologias de informação e comunicação, de natureza eminentemente digital, tal entendimento capacita‐nos a esquadrinhar a natureza da experiência visual que hoje é oferecida pelos múltiplos espaços das imagens. A hipótese fundamental sustenta que a imagem não pode operar fora de um espaço; portanto, espaço e imagem participam juntos dessa experiência visual. Assim, o espaço, como processo transformado em meio, impõe sua realidade material e histórica para a formação da imagem. Como a imagem depende de um aparato medial, transformações na natureza mediativa do espaço inevitavelmente se refletirão na esfera das imagens e, em consequência, na cultura. Por essa perspectiva, não se trata apenas de aferir e avaliar as condições técnicas de produção da imagem dadas pelo meio técnico e que configuram a sua materialidade, mas também incluir os espaços que as abrigam, ou seja, os espaços multiplicados para e pela imagem, as atividades que existem neles e entre eles, e as consequências socioculturais derivadas desse dinamismo, cuja investigação torna‐se o principal objetivo da pesquisa. Pelo processo de espacialização da imagem, discriminaram‐se quatro categorias, permitindo compreender seus modos de construção, circulação e exposição, que constituem a cadeia operatória dessa emergente espacialidade imagética. As categorias observadas são a medialidade/construtibilidade e a visualidade/exponibilidade, que possibilitam explorar as condições de surgimento de redes de relações instaladas entre os interagentes, operadas pela intermedialidade e verdadeiras responsáveis pela hibridização e multiplicidade das imagens mediáticas, no âmbito de uma ecologia da imagem. Verificase aqui a formação de um sistema que opera pela dinâmica relacional de seus elementos, formado pelo meio e o medium, e sua interação com outro espaço bem mais amplo, o ambiente, que conta com a presença do espectador. O percurso da pesquisa situa‐se entre os produtores, no seu modo de fazer e mostrar, e os espectadores, no seu modo de ver, e contempla mudanças culturais e históricas de ambientes comunicativos, que permitem a instalação de uma perspectiva crítica da teoria da visualidade, de caráter multidisciplinar, próxima à relação espaço‐imagem, impondo como articulação teórico‐metodológica contribuições de conceitos e exemplos extraídos de autores de campos teóricos distintos, para sublinhar as indicações fornecidas pelo trabalho na sua apresentação
Abstract: The research has as main interest to understand as sense structures are elaborated based in the relationships between space and image. In face of the multiplication of images by the technologies of information and communication, predominantly of digital nature, this understanding qualifies us to examine the nature of the visual experience that is offered nowadays by the numerous spaces of images. The fundamental hypothesis sustains that the image cannot operate out of a space; therefore, space and image participate together of this visual experience. So, the space, as process transformed in medium, imposes its material and historical reality to the formation of the image. As the image depends on a medial apparatus, transformations in the mediative nature of the space will be unavoidably reflected in the sphere of the images, and, in consequence, in culture. For that perspective, besides checking and evaluating the technical conditions of production of the image given by the technical medium, that configures its materiality, it concerns to include the spaces that shelter them, in other words, the spaces multiplied to and by the image, the activities that exist in them and among them, and the derived sociocultural consequences of that dynamism, whose investigation becomes the main objective of the research. By the process of espatialization of the image, four categories were discriminated, allowing to understand their construction, circulation and exhibition ways, that constitute the operative chain of that emerging imagetic spatiality. This categories are: constructability/mediality and visuality/presentability that make possible to explore the conditions of appearance of networks of relationships installed among all the participants, operated by the intermediality and responsible for the hibridization and multiplicity of the media images, in the extent of an ecology of the image. It is verified the formation of a system that operates by the dynamics of relation of their elements, formed by the means of media and the medium, and its interaction with another wider space, the environment (milieu), that counts with the spectator s presence. The course of the research is located among the producers, in their way of doing and showing, and the spectators, in their way of seeing and contemplating cultural and historical changes of communicative environments, that allow the installation of a critical perspective of the theory of the visuality, of multi‐disciplinary character, close to the space‐image relationship, imposing as theoretical‐methodological articulation contributions of concepts and examples extracted from authors of different theoretical fields, to underline the indications supplied by the work in its presentation
Palavras-chave: Imagem
Espaço
Visualidade
Medialidade
Cultura visual
Ambiente
Image
Space
Visuality
Mediality
Visual culture
Environment
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Jacob, Eduardo Louis. Espaços de imagens: visualidade e medialidade em ambientes comunicativos. 2013. 160 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4530
Data de defesa: 26-Jun-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Louis Jacob.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.