REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/40045
Tipo: Dissertação
Título: A voz da consciência na obra Ser e tempo de Martin Heidegger
Autor(es): Falleiros Junior, Javert
Primeiro Orientador: Critelli, Dulce Mara
Resumo: A dissertação versa sobre a temática da voz da consciência no pensamento filosófico de Martin Heidegger. Examinamos a voz da consciência na obra “Ser e Tempo” publicada em 1927, uma das obras filosóficas mais importantes do século XX pela sua ressonância no pensamento ocidental contemporâneo. Para compreender o ser do ser humano, Heidegger precisou partir de, e ir além do método fenomenológico de Edmund Husserl, inaugurou o método ontológico fundamental. O propósito de “Ser e Tempo” é analisar a questão do sentido do ser. Para tal, analisar a voz da consciência é imprescindível para a possibilidade da compreensão da questão do sentido do ser. A metodologia desta dissertação é fenomenológica existencial. A pesquisa articula a voz da consciência com os termos existenciais de “Ser e Tempo” como, ser-próprio e ser-impróprio, culpa e responsabilidade existencial, ser-para-morte e cuidado. Consideramos que a voz da consciência é uma chave hermenêutica para a questão do sentido do ser pois conjuga tanto a abertura para o futuro, balizada na tonalidade afetiva da angústia, como também abre o passado na tonalidade afetiva da culpa
Abstract: The dissertation focuses on the theme of the voice of conscience in Martin Heidegger’s philosophical thought. We examine the voice of conscience in the work “ Being and Time”, published in 1927, one of the most important philosophical works of the 20th century due to its resonance in contemporary Western thought. To understand the being of the human being, Heidegger needed to depart from and go beyond Edmund Husserl’s phenomenological method, inaugurating the fundamental ontological method. The purpose of “Being an Time” is to analyze the question of the meaning of being. To do so, analyzing the voice of conscience is indispensable for the possibility of understanding the question of the meaning of being. The methodology of this dissertation is existential phenomenology. The research articulates the voice of conscience with the existential terms of “Being and Time” such as being-own and being-improper, guilt and existential responsibility, being-toward-death and care. We consider the voice of conscience as a hermeneutic key to the question of the meaning of being because it combines both openness to the future, grounded in the affective tonality of anxiety, and also opens up the past in the affective tonality of guilt
Palavras-chave: Filosofia
Martin Heidegger
Fenomenologia
Ontologia
Voz da consciência
Ser-aí
Sentido do ser
Philosophy
Martin Heidegger
Phenomenology
Ontology
Voice of conscience
Dasein
Meaning of being
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Falleiros Junior, Javert. A voz da consciência na obra Ser e tempo de Martin Heidegger. 2023. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/40045
Data do documento: 18-Out-2023
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Javert Falleiros Junior.pdf457,38 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.