???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3987
Tipo do documento: Dissertação
Título: Canibalismo e normalização
Autor: Carvalho, Eliane Knorr de 
Primeiro orientador: Passetti, Dorothea Voegeli
Resumo: O canibalismo é uma invenção ocidental. Aplicado às sociedades indígenas ele se expressa de diferentes maneiras de acordo com cada sociedade, local, tempo e circunstância. Entre os ameríndios nos séculos XVI e XVII, estas práticas poderiam ser reconhecidas entre os rituais guerreiros e funerários. Mas a antropofagia entre esses índios também foi usada pelos colonizadores europeus como justificativa para a aplicação de medidas preventivas, punitivas e técnicas de sujeição. Nas sociedades ocidentais, o canibalismo é compreendido em circunstâncias distintas. Os casos extremos, em que ele é o último recurso de sobrevivência, atualmente é a única forma aceitável desta prática nestas sociedades. O canibalismo enquanto tática de terror agrega todas estas outras formas de canibalismo. O que está em jogo nesta circunstância não são os fatos propriamente ditos, mas o efeito do canibalismo no discurso. A terceira circunstância analisada nesta dissertação é o canibalismo enquadrado na categoria de crime sem razão. Categoria que serve de justificativa para o saber psiquiátrico, e justifica a aplicação deste saber. Entre esses chamados crimes sem razão, emerge juntamente com novas técnicas e dispositivos de poder próprios de uma sociedade de controle uma outra possibilidade de canibalismo na sociedade ocidental, um canibalismo em que a chamada vítima é voluntária. Procuramos perceber a existência do canibalismo através de uma análise discursiva, com base na proposta de Michel Foucault. Utilizamos como ferramenta de análise, noções e conceitos de alguns autores, especialmente de Claude Lévi-Strauss, Michel Foucault e Gilles Deleuze
Abstract: Cannibalism is a Western invention. It is applied to indigenous groups and is expressed in different ways according to each society, place, time and context. Among Amerindians in the 16th and 17th centuries, these practices could be identified in warrior and death rites. However, anthropophagy among the indigenous people was also used by the European colonizers as a justification for applying preventive and punitive measures and technologies of subjection. In Western societies, cannibalism is understood in different contexts. Extreme situations, in which cannibalism is the last resource for survival, are currently the only acceptable circumstances for the practice. Cannibalism as a tactic of terror gathers all these other circumstances. Instead of the facts, the effects of cannibalism in the discourse are at stake. The third case analyzed in this dissertation is cannibalism as a crime without a reason, which serves as justification for the psychiatric knowledge and justifies its application. Along with new power technologies of the society of control, and among the so-called crimes without a reason, another possibility of cannibalism in Western society emerges: a cannibalism in which the victim is volunteer. The research seeks to identify the existence of cannibalism through an analysis of discourse, based on Michel Foucault s propositions. It uses as analytical tool the notions and concepts of a few authors, namely Claude Lévi-Strauss, Michel Foucault e Gilles Deleuze
Palavras-chave: Antropofagia
Normalização
Sociedade de controle
Cannibalism
Normalization
Society of control
Canibalismo
Controle social
Normas sociais
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Carvalho, Eliane Knorr de. Canibalismo e normalização. 2008. 151 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3987
Data de defesa: 23-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliane Knorr de Carvalho.pdf2,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.