REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39523
Tipo: Dissertação
Título: Elegia e relatografia: Paul Veyne e seus devires filosóficos
Autor(es): Silva, Gustavo Ruiz da
Primeiro Orientador: Gamboa Muñoz, Yolanda Gloria
Resumo: Elegia e Relatografia: Paul Veyne e seus devires filosóficos sustenta que há uma expressão heterônoma dos autores referenciados por Veyne que transpassa seus trabalhos e investigações. Esta pesquisa trabalha três questões que partem desta aposta. No primeiro capítulo, partindo de Nietzsche, tem como objetivo apresentar a noção veyniana de história-literária, relatografia romanceada, que permite sustentação do resto desta pesquisa. Ainda, a noção de história enquanto romance, tal como apresentada em Comment on écrit l'histoire: essai d’epistemologie (1971), será estudada de modo mais aprofundado para que se explicite a noção de personagem (aqui reconstruído como heterônimo). O segundo capítulo apresentará a noção de texto elegíaco – presente em L'élégie érotique romaine: l'amour, la poésie et l'Occident (1983) – referencial literário que conduzirá as operações de Veyne sobre a criação de heterônimos. No último capítulo, estruturar-se-á a escolha desses heterônimos dentro da obra deste historiador-filósofo, em especial distinguindo aqueles pensadores chamados “com aura” (operador da chamada “beleza filosófica”) e que agem enquanto referenciais. Os livros analisados são: Les Grecs ont-ils cru à leurs mythes? Essai sur l'imagination constituante (1983) e Foucault, sa pensée, sa personne (2008). Por fim, encontrar-se-á um Posfácio com algumas notas sobre o processo historiográfico operado na filosofia ocidental moderna. Operando na formação de alicerces através da prévia leitura de princípio estrutural dos textos, visase reestabelecer a peculiaridade argumentativa do autor. Dessa forma, a empreitada desta pesquisa procura não somente um melhor entendimento de um autor canônico da História, mas também a fortificação filosófica de um pensador até agora marginal à “História da Filosofia Oficial”
Abstract: Elegy and Storiography: Paul Veyne and his philosophical becomings sustains that there is a heteronomous expression of the authors referenced by Veyne that permeates his works and investigations. This research works on three questions that depart from this bet. The first chapter, starting from Nietzsche, aims to present the Veynian literary-history notion, a novelized relatography, that supports the rest of this research. Still, the notion of history as a novel, as presented in Comment on écrit l'histoire: essai d'epistemologie (1971), will be studied in more depth to clarify the notion of character (here reconstructed as heteronym). The second chapter will present the notion of elegiac text – present in L'élégie érotique romaine: l'amour, la poésie et l'Occident (1983) –, a literary reference that will guide Veyne's operations on the creation of heteronyms. In the last chapter, the choice of these heteronyms will be structured within the work of this historian-philosopher, especially distinguishing those thinkers called “with aura” (operator of the so-called “philosophical beauty”) and who act as references. The books analyzed are: Les Grecs ont-ils cru à leurs mythes? Essai sur l'imagination constituante (1983) and Foucault, sa pensée, sa personne (2008). Finally, there will be an Afterword with some notes on the historiographical process operated in modern western philosophy. Operating in the formation of foundations through the previous reading of the structural principle of the texts, it aims to reestablish the author's argumentative peculiarity. In this way, the undertaking of this research seeks not only a better understanding of a canonical author of History but also the philosophical fortification of a thinker until now marginal to the “Official History of Philosophy”
Palavras-chave: Paul Veyne
Relatografia romanceada
Heterônimos
Elegia
Beleza filosófica
Paul Veyne
Novelled storiography
Heteronyms
Elegy
Philosophical beauty
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Silva, Gustavo Ruiz da. Elegia e relatografia: Paul Veyne e seus devires filosóficos. 2023. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39523
Data do documento: 28-Abr-2023
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gustavo Ruiz da Silva.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.