REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39345
Tipo: Dissertação
Título: A ideia de filosofia como ciência originária: o problema da atitude teórica segundo Heidegger
Autor(es): Minehira, Sérgio Alexandre
Primeiro Orientador: Porta, Mario Ariel González
Resumo: O objetivo desse trabalho é elucidar o primeiro passo da virada hermenêutica da fenomenologia heideggeriana. Para isso, Heidegger analisa os métodos críticoteleológico da escola neokantiana de Baden, reconstrutivo de Paul Natorp e descritivo reflexivo da fenomenologia de Husserl. As três correntes têm grande relevância para o autor, uma vez que suas metodologias tendem conceber um princípio único do qual tudo se deriva posteriormente. As críticas de Heidegger apontam para a atitude teórica que é ingenuamente pressuposta por essas três correntes filosóficas. Por outro lado, ele defende que, através da tomada radical do princípio fenomenológico husserliano, podemos alcançar um método adequado para a abertura da esfera de uma filosofia como ciência originária e pré-teórica. O projeto da ciência originária se estende por quase uma década e desemboca em Ser e Tempo
Abstract: The aim of this paper is to elucidate the first step of the hermeneutic turn in Heidegger´s phenomenology. To do so, Heidegger analyzes the critical-teleological methods of the neo-Kantian school of Baden, the reconstructive of Paul Natorp, and the reflexive descriptive of Husserl's phenomenology. All three currents have great relevance for the author, since their methodologies tend to conceive a single principle from which everything is subsequently derived. Heidegger's criticisms point to the theoretical attitude that is naively presupposed by these three philosophical currents. On the other hand, he argues that, through the radical adoption of the Husserlian phenomenological principle, we can achieve an adequate method for the opening of the sphere of a philosophy as a primordial and pre-theoretical science. The project of primordial science extends for almost a decade and culminates in Being and Time
Palavras-chave: Fenomenologia
Hermenêutica
Ciência originária
Atitude teórica
Ser e Tempo
Phenomenology
Hermeneutic
Primordial science
Theoretical attitude
Being and Time
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Minehira, Sérgio Alexandre. A ideia de filosofia como ciência originária: o problema da atitude teórica segundo Heidegger. 2023. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39345
Data do documento: 5-Jun-2023
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Sérgio Alexandre Minehira.pdf758,23 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.