???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3862
Tipo do documento: Tese
Título: Leitura e poder: lembranças de leitores
Título(s) alternativo(s): Reading and power: readers reminiscences
Autor: Câmara, Heleusa Figueira 
Primeiro orientador: Passetti, Edson
Resumo: A leitura do mundo e o recontar/inventar caminhos percorridos e a percorrer deve propiciar condições de novos modos de existência, entre encontros, descobertas, limiares, potências e possibilidades de experiências de vidas mais libertárias. Em 1991 e depois em 2001, comecei a me perguntar sobre atos de leituras em Vitória da Conquista, Bahia, e me dei conta de que conhecia muito pouco do espaço em que vivia, de suas políticas administrativas, educacionais e culturais, em repetidos (re)começos de cada poder (des)construtor, em ações e gostos de administradores-representantes-temporários. Costumes e moralidades, estratégias de vida, presença da literatura em lembranças/comentários de escolhas literárias de alunos da rede de ensino em Vitória da Conquista, de escritores desautorizados pelas belas letras são assuntos-comentários entre pessoas e cânones literários, pensadores libertários, anárquicos, num jogo de palavras do que pode dizer, inventar, pensar e falar. Lembranças e intensidades em leituras de livros, de imagens, de escolhas pessoais e considerações, reflexões sobre políticas leitoras e culturais, encontram-se desdobradas nesta tese A pesquisa pode ser vista como um estudo de práticas de racionalidades e jogos estratégicos de liberdade, nas generalidades de relações com as coisas, com os outros e consigo mesmo; a possibilitar a escuta do que dizem tantos, no murmúrio de reescritos, vislumbrados como sopros libertários, ludicidades, irreverências, experimentações, usos costumeiros em posições fronteiriças, às estabelecidas por programas de leitura, pelo ordenamento escolar e pela presença da mídia em imagens repetidas. Leituras de percursos no cuidado de si; desdobramentos do eu e o outro em convivências cotidianas. Estar nas fronteiras como possibilidade de estar dentro e fora ou nos limites através dos acontecimentos, nós mesmos, em atitudes experimentais. O tempo presente
Abstract: The reading of the world and the retelling/invention of paths those already explored and those yet to be must foster conditions for new ways of living, amid encounters, discoveries, thresholds, potentialities and possibilities of more libertarian life experiences. In 1991, and later in 2001, I started asking myself about reading practices in Vitoria da Conquista, Bahia, and realized I knew very little about the space where I lived, about its administrative, educational, and cultural politics, in repeated (re)starts of each (de)constructor power, in actions and likes of temporary administrative-representatives. Customs and moralities, life strategies, literature presence in reminiscences/commentaries of literary choices: by students in the public schooling system in Vitoria da Conquista; and by writers not authorized by the belles-lettres . Such are topics/commentaries amongst common people, literary canons, and libertarian anarchical thinkers, in a word game that can say, invent, think, and speak. Reminiscences and intensities in readings of books, images, personal views and considerations, and thoughts about reading and cultural politics are unfolded in this thesis. The research should be taken as a study of rationality practices and strategic freedom games, within the generalities of relationships with things, with others, and with oneself. It should allow the hearing of what so many say, in the murmur of rewritings, glimpsed as literary whispers, lucidities, irreverence, experimentations, habitual uses in bordering positions as to those established by reading programs, by school arrangements, and by the presence of the media in repeated images. Footpath perusals in care of the self ; the unfolding of the self and the other in everyday life sharing. Dwelling at the border, as a way of being inside or outside or at the boundaries, according to the occurrences. We, ourselves, in experimental attitudes. The present time
Palavras-chave: Escrita
Literatura
Identidade
Reading
Writer
Literature
Identity
Power
Leitura
Poder (Ciências Sociais)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::SOCIOLOGIA DA EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Câmara, Heleusa Figueira. Reading and power: readers reminiscences. 2005. 278 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3862
Data de defesa: 30-May-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Heleusa Figueira Camara.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.