REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36847
Tipo: Monografia de Especialização
Título: Gravidez e infecção do trato urinário: intervenções sistematizadas de enfermagem
Autor(es): Pitton, Juliana Machado
Silva, Mariana Angeloti Misael da
Primeiro Orientador: Bastos, Silvia Helena
Resumo: Durante a gravidez ocorrem alterações anatômicas e fisiológicas que predispõem as gestantes à infecção do trato urinário (ITU). O objetivo deste estudo foi discutir a assistência de enfermagem à luz dos cuidados sistematizados realizados no pré-natal que propiciem intervenções oportunas na detecção e evolução da ITU na gravidez. Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica de caráter descritivo, que foi realizada no período de agosto de 2012 até fevereiro de 2013, por meio de consulta da Biblioteca da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), e nas bases de dados BVS, utilizou evidências publicadas nos últimos dez anos (2002 a 2012). Foram selecionados 15 artigos e realizada análise de conteúdo temática. A infecção do trato urinário é a terceira ocorrência clínica mais frequente na gravidez, que é definida como a aderência de bactérias às paredes do trato urinário. Elas podem se apresentar sob a forma de bacteriúria assintomáticas, uretrite, cistite e pielonefrite. O uropatógeno mais comum que pode causar ITU nas gestantes é a Escherichia coli. As principais complicações perinatais em grávidas com infecção do trato urinário são trabalho de parto prematuro, ruptura prematura de membranas amnióticas, recém-nascido de baixo peso, restrição de crescimento intraútero, paralisia cerebral/retardo mental e óbito perinatal. O pré-natal é uma das principais medidas para a prevenção de complicações no período gestacional. A infecção urinária pode ser diagnosticada inicialmente pelos aspectos clínicos, sendo confirmada por urocultura. Os diagnósticos de enfermagem encontrados em relação à infecção urinária na gestação são manutenção da saúde alterada, potencial para a saúde alterada e déficit de conhecimento relacionado ao exame de urina de rotina pré-natal. Assim concluímos que os profissionais de saúde têm um papel muito importante na educação e promoção da saúde das gestantes, com todas as orientações no pré-natal que o enfermeiro irá realizar, e a solicitação de exames laboratoriais as gestantes poderão prevenir a infecção do trato urinário
Abstract: During pregnancy occur anatomical and physiological changes that predispose pregnant women to urinary tract infection (UTI). The goal of this study was to discuss the nursing care in the light of systematic performed prenatal interventions that facilitate timely detection and evolution of UTI in pregnancy. This is a bibliographic review study of descriptive character, which was held from August 2012 until February 2013, by consulting the Library of the Pontifical University Catholic of São Paulo (PUC), and the databases VHL , it used evidences published in the last ten years (2002 to 2012). Were selected 15 articles and accomplished analysis of thematic content. Urinary tract infection is the third most common clinical occurrence in pregnancy, that is defined as the bacteria adherence to the urinary tract walls. They may present as asymptomatic bacteriuria, urethritis, cystitis and pyelonephritis. The uropathogen more common which can cause UTI in pregnant women is Escherichia coli. The main perinatal complications in pregnant women with urinary tract infection are premature childbirth, membranes premature rupture, newborn low with weight, intrauterine growth restriction, cerebral palsy / mental retardation and perinatal death. Prenatal care is one of the main measures for the prevention of complications during pregnancy. Urinary tract infection may initially be diagnosed by clinical features, and confirmed by urine culture. The nursing diagnoses found regarding the urinary infection during pregnancy are maintenance altered, potential for health altered and knowledge deficit related to urinalysis routine prenatal care. We conclude that health professionals have an important role in education and health promotion of the pregnant with all the prenatal guidance that nurses will perform, and request laboratory tests pregnant women may prevent urinary tract infection.
Palavras-chave: Infecção do trato urinário (ITU)
Gravidez
Parto prematuro
Enfermagem
Cistite
Pielonefrite
Gravidez de risco
Urinary tract infection
(UTI)
Pregnancy
Premature Birth
Nursing
Cystitis
Pyelonephritis
Pregnancy risk
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::TRATAMENTO E PREVENCAO PSICOLOGICA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Aprimoramento em A Clínica Interdisciplinar com Criança e Jovem Surdo
Citação: Pitton, Juliana Machado; Silva, Mariana Angeloti Misael da. Gravidez e infecção do trato urinário: intervenções sistematizadas de enfermagem. 2013. Monografia de Especialização (Especialização em A Clínica Interdisciplinar com Criança e Jovem Surdo) - Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36847
Data do documento: 2-Abr-2013
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Juliana Machado Pitton e Mariana Angeloti Misael da Silva.pdf260,7 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.