REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36540
Tipo: Monografia de Especialização
Título: O poder da palavra e o significante na psicanálise
Autor(es): Cortez, Párvati Almeida
Primeiro Orientador: Agostinho, Larissa Drigo
Resumo: Este trabalho visa efetuar uma reflexão sobre a relação existente entre o inconsciente e a linguagem desde a obra freudiana. Pretende-se apresentar a contribuição lacaniana para a concepção do inconsciente, situando a psicanálise dentro do estruturalismo. A pesquisa privilegia o caminho percorrido pelo psicanalista francês Jacques Lacan e os elos conceituais que lhe serviram de base epistemológica para tornar possível seu aclamado “retorno a Freud”. Busca-se enfatizar, do ponto de vista lacaniano, como o problema da linguagem já estava presente em Freud (mesmo que o próprio Freud não tivesse plena consciência disso) e como, nas elaborações freudianas sobre o modo de funcionamento do inconsciente e suas formações (sonhos, lapsos, sintomas e chistes), evidencia-se o lugar de uma verdade que fala. Baseando-se no aforismo O Inconsciente é estruturado como uma linguagem, pretende-se demonstrar de que modo Lacan resgata o estatuto da palavra na psicanálise, distinguindo-a de uma filosofia romântica que, para ele, nada teria a ver com Freud. A pesquisa bibliográfica deste trabalho arregimentou variadas disciplinas e pensadores que influenciaram sobremaneira os constructos lacanianos, dentre os quais destacam-se: a filosofia de Alexandre Kojève, a linguística de Ferdinand de Saussure e Roman Jakobson e a antropologia de Claude Lévi-Strauss. Sendo assim, o trabalho alicerça a noção do poder da palavra e o significante na psicanálise pela via de suas implicações teóricas e clínicas, culminando na constituição do sujeito como falante. Aparentemente nada indica que tal recorte tenha esgotado as problemáticas teóricas que o exercício clínico, tal como o movimento do inconsciente, insiste em recolocar
Abstract: This work aims to reflect about the relation between unconscious and language since Freud's legacy. It is intended to present the lacanian contribution concerning the conception of unconscious, placing psychoanalysis within structuralism. The research focuses on the path taken by the French psychoanalyst Jacques Lacan and the conceptual links that provided him epistemological basis to enable his acclaimed "return to Freud". It seeks to emphasize how, from lacanian perspective, the problem of language had already been placed in Freud (even though Freud himself might not have had fully awareness of it) and how, in Freud's elaborations concerning the unconscious operating mode and its arrangements (dreams, lapses, symptoms and wit), it comes clear the place of a speaking truth. Based on the aphorism Unconscious is structured as a language, it is intended to demonstrate in which sense Lacan rescues the word status in psychoanalysis, distinguishing it from a romantic philosophy that, in his point of view, would have nothing to do with Freud. The literature research of this work has recruited several disciplines and authors who greatly influenced lacanian constructs, among which are: the philosophy of Alexandre Kojève, linguistics of Ferdinand de Saussure and Roman Jakobson and Claude Levi-Strauss's anthropology. Thereby, the work consolidates the power of the word and the notion of significant in psychoanalysis throughout its theoretical and clinical implications, culminating in the constitution of a speaking subject. Apparently, there is no indication that such framework has exhausted the theoretical issues that the clinical exercise, such as the unconscious movement, insists to replace
Palavras-chave: Inconsciente
Significante
Estrutura
Unconscious
Significant
Structure
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Psicanálise e Linguagem: uma outra psicopatologia
Citação: Cortez, Párvati Almeida. O poder da palavra e o significante na psicanálise. 2015. Monografia de Especialização (Especialização em Psicanálise e Linguagem: uma outra psicopatologia) - Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36540
Data do documento: 24-Nov-2015
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PÁRVATI ALMEIDA CORTEZ.pdf507,07 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.