???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3499
Tipo do documento: Dissertação
Título: Do preconceito aos crimes de ódio: as marcas da intolerância na metrópole paulista
Título(s) alternativo(s): From prejudice to hate crimes: traces of intolerance in the São Paulo metropolitan area
Autor: Bokany, Vilma Luiza 
Primeiro orientador: Veras, Maura Pardini Bicudo
Resumo: O presente estudo pretende contribuir para a compreensão do tema intolerância nas metrópoles, buscando, por meio da ampliação dos debates interdisciplinares e da análise das condições sociais de sua prática, oferecer possibilidades interpretativas na identificação de sua múltipla causalidade. Partimos da noção de alteridade para observar a intolerância como componente das relações sociais, atravessadas pelas questões trazidas pelas características metropolitanas de São Paulo e por sua inserção internacional como cidade mundial, denotando uma difícil sociabilidade. Ao lado da diversidade, pluralidade étnico-social, desigualdade econômica e de acesso à cidade como ambiente construído, têm surgido processos de violência, discriminação, preconceito, racismo e xenofobia. A recorrência dos fatos tem gerado preocupações por parte do poder público, de que é prova a existência de uma delegacia especializada neste tipo de delito, instalada pioneiramente na cidade de São Paulo, a DECRADI - Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, sobre a qual focalizamos a análise. Os registros de boletins de ocorrência foram observados com o objetivo de levantar informações acerca de vítimas, agressores e natureza da ocorrência, a fim de identificar características comuns que possibilitassem a compreensão das manifestações intolerantes. Os resultados demonstram que o fenômeno é comum e cotidiano e suas relações causais não podem ser atribuídas a uma única expressão. As ocorrências concentram-se sobre crimes contra a honra e envolvem principalmente agressão verbal e psicológica contra as minorias sociais . O enfrentamento da questão requer o aprofundamento do debate acerca da matriz binária da igualdade e diferença, histórico para a compreensão da alteridade, a fim de ampliar as possibilidades de reconhecimento e respeito pela diversidade em sociedades onde as contradições e desigualdades estão presentes; e a elaboração de novos argumentos para construção de políticas de promoção de igualdade. Tema ainda pouco debatido na sociologia atualmente, encontra diálogo com outras áreas de conhecimento das ciências humanas como a psicologia, a filosofia, o direito e a ciência política
Abstract: The present study aims to contribute a wider comprehension about intolerance in global metropolis, seeking to offer interpretive possibilities for the identification of its multiple causality through the expansion of interdisciplinary discussions and analysis of the social conditions of their practice. We start with the notion of otherness to observe intolerance as a component of social relations, traversed by the issues brought to light by the characteristics of metropolitan São Paulo and its international integration as a world city, denoting a difficult sociability. Alongside diversity, ethnic and social diversity, economic inequality and access to the city as controlled environment, there have been cases of violence, discrimination, prejudice, racism and xenophobia. Recurrence of such actions has generated concern among the state government thus urging the existence of law enforcement unit specializing in this type of offense, forefront installing in São Paulo the pioneer DECRADI Police Station for Racial and Intolerance Crimes, on which we focus this analysis. The records of police reports were analysed in order to obtain information about victims, perpetrators and the nature of the occurrence, aiming to identify common characteristics that allow for a better understanding of these intolerant manifestations. The results demonstrate this phenomenon as common and ordinary in everyday s life but their causal relations may not be attributed to single expression views. These violent events focus on honor crimes and involve mainly verbal and psychological aggression against "social minorities." Confronting this issue requires further debate about the binary matrix of equality and difference, historical understanding of otherness in order to expand the possibilities of recognition and respect for diversity in societies where inequalities and contradictions are present, and the development of new arguments for constructing policies to promote equality. Rarely discussed in current Sociology such topic encounters dialogue with other areas of knowledge and human sciences such as psychology, philosophy, law and political science
Palavras-chave: Alteridade
Preconceito
Intolerância
Diversidade
Metrópole
Crimes
DECRADI
Otherness
Prejudice
Intolerance
Diversity
Metropolis
Crime
DECRADI
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Bokany, Vilma Luiza. From prejudice to hate crimes: traces of intolerance in the São Paulo metropolitan area. 2013. 148 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3499
Data de defesa: 4-Jun-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vilma Luiza Bokany.pdf619,85 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.