???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3464
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorManzatti, Marcelo Simon-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4790217Y4por
dc.contributor.advisor1Bernardo, Teresinha-
dc.date.accessioned2016-04-26T14:54:03Z-
dc.date.available2008-04-01-
dc.date.issued2005-10-21-
dc.identifier.citationManzatti, Marcelo Simon. Samba paulista: do centro cafeeiro a periferia do centro. 2005. 377 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/3464-
dc.description.resumoO trabalho aborda a história de uma modalidade de Samba surgida nas fazendas de café da região central do Estado de São Paulo em meados do século XIX e introduzida na capital paulistana na passagem para o século XX com a migração de parcelas da população negra de ascendência escrava, responsável pelo desenvolvimento do gênero musical, coreográfico e poético em questão: o Samba de Bumbo. Também consagrado por Mário de Andrade como Samba Rural Paulista, é praticado, hoje em dia, em Santana de Paranaíba (Samba do Cururuquara ou Grupo Treze de Maio; e, Grupo Grito da Noite, antigo Samba do Henrique Preto), Pirapora do Bom Jesus (Samba de Roda), Mauá (Samba Lenço), Rio Claro (Samba Lenço), Vinhedo (Samba de Da. Aurora) e Quadra (Samba Caipira) por grupos tradicionais, e também, em Campinas (Grupo Urucungos, Puítas e Quinjengues), Piracicaba (Irmandade do Divino Espírito Santo), São Paulo (Grupo Sambaqui) e Embu das Artes (Teatro Popular Solano Trindade), por grupos de artistas que se dedicam ao estudo da manifestação propondo releituras estéticas, umas mais outras menos aproximadas das formas primitivas. Através dos registros existentes e do trabalho de investigação da memória dos atuais praticantes pretendo descrever e apresentar uma análise preliminar sobre a manifestação, fundamental dentro do universo de nossas culturas populares, procurando entender o apagamento de suas características ao longo do processo de institucionalização do samba paulistano no contexto dos grupos carnavalescos mais importantes cordões e escolas de samba.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-26T14:54:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MarceloManzatti.pdf: 7999352 bytes, checksum: d874f7b1c135a920c201e063f6575d5b (MD5) Previous issue date: 2005-10-21eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/12117/MarceloManzatti.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentCiências Sociaispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociaispor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCultura popularpor
dc.subjectFolclorepor
dc.subjectSamba - História - São Paulo (estado)por
dc.subjectSamba de bumbopor
dc.subjectSamba paulistapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpor
dc.titleSamba paulista: do centro cafeeiro a periferia do centropor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarceloManzatti.pdf7,81 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.