???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3432
Tipo do documento: Tese
Título: O espiritismo e a arte médica
Autor: Rezende, Eliane Garcia 
Primeiro orientador: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Resumo: Como um produto sócio-histórico e cultural, a religião é uma estratégia de compreender a natureza social do homem. Sua prática cultural envolvendo símbolos e significados e construindo sentidos à vida, frequentemente representa papel organizador nos estados de doença. Nesse sentido, propusemo-nos a estudar o Espiritismo e sua explicabilidade frente aos processos de adoecimento e cura. Nossos objetivos foram identificar, na literatura espírita, a concepção do processo saúde-doença, e analisar a visão de saúde e a prática profissional de médicos e psicólogos espíritas atuantes na Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (AMEMG). A investigação seguiu as premissas qualitativas, com entrevistas gravadas e critério de saturação de informação para definir o número de participantes. Foram dez entrevistados, cinco de cada categoria profissional. No Brasil, o Espiritismo apresenta uma perspectiva de ciência espiritualizada , com médicos propondo o paradigma médico-espírita . Torna-se relevante estudar como esses profissionais realizam sua Arte Médica fundamentada nesse movimento religioso, que também se autointitula como filosófico e científico. As bases sustentadoras das reflexões estão fundamentadas em Cliffort Geertz, Peter Berger e Pierre Bourdieu. A explicabilidade produzida pelo Espiritismo apresenta a lei de ação/reação como orientação, atribuindo ao indivíduo a responsabilidade por seus problemas, sofrimentos e doença ligados à reencarnação. A perspectiva saúde/doença se afasta da visão medicina convencional ; aqui é a espiritualidade aplicada à vida social que possibilitará o processo de cura, que não se realizará num ritual dissociado da participação do doente. Assim, a mudança que se opera é a significação capaz de dar sentido ao sofrimento e reintegrá-lo numa biografia não medida pelo prazo de uma vida. Os profissionais da AMEMG percebem o processo saúde/doença e exercem sua Arte Médica em concordância com a doutrina codificada por Allan Kardec na França, acrescida de psicografias realizadas no Brasil, principalmente aquelas do médium Chico Xavier. A AMEMG oferece oportunidade de um espaço terapêutico híbrido onde atuam as terapias da medicina ortodoxa e das medicinas paralelas
Abstract: As a socio-historical and cultural product, religion is a strategy for understanding man s social nature. Its cultural practice involving symbols and meanings, and constructing senses to life, usually plays an organizing role in diseased states. This way, we engaged in studying Spiritism and its explicability in illness and healing processes. Our aim was to identify, in spiritist literature, the concept of the health/ disease process, and analyze the health point of view and the professional practice of spiritist physicians and psychologists working at the Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (AMEMG). The research followed qualitative premises, with recorded interviews and information saturation criteria in order to define the number of participants. There were ten interviewees, five from each professional category. In Brazil, Spiritism presents a perspective of spiritualized science , with doctors proposing the paradigm physician-spiritist . It is relevant to study how these professionals perform their Medical Art grounded upon this religious movement, which is also self-denominated as philosophical and scientific. The supportive bases for this reasoning are substantiated by Clifford Geertz, Peter Berger and Pierre Bourdieu. The explicability produced by Spiritism presents the law of action/ reaction as a guide-line, imputing to the individual the responsibility for his troubles, sorrows and diseases linked to his reincarnation. The perspective health/ disease drifts apart from the point of view of conventional medicine ; here, spirituality applied to social life will enable the healing process, which will not happen in a ritual dissociated from the patient s participation. Therefore, the occurring change is the signification capable of giving sense to sufferance and reintegrating it in a non measured biography for the length of one life. The AMEMG professionals perceive the process health/ disease and perform their Medical Art according to the doctrine codified by Allan Kardec in France, added to psychographies performed in Brazil, mainly those by Chico Xavier. The AMEMG offers the opportunity of a hybrid therapeutic space where conventional medicine and parallel medicine act together
Palavras-chave: Antropologia
Religião
Espiritismo
Arte médica
Saúde
Anthropology
Religion
Spiritism
Medical art
Health
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Rezende, Eliane Garcia. O espiritismo e a arte médica. 2012. 279 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3432
Data de defesa: 3-Sep-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliane Garcia Rezende.pdf2,1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.