REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/3418
Tipo: Tese
Título: Caçadores de símbolos: culture Samming, a publicidade e seu duplo
Título(s) alternativo(s): Simbol hunters: culture jamming, publicity and its double
Autor(es): Ravier, Valéria Maria
Primeiro Orientador: Borelli, Silvia Helena Simões
Resumo: Tensões insolúveis, responsáveis por uma existência fragmentada e múltipla, que transcorre em paisagens culturais perpassadas por um contínuo esfacelamento e sem pontos fixos, livre de qualquer rigidez, são características cada vez mais presentes nas subjetividades contemporâneas. Assim como o campo identificatório caracteriza-se por essa proliferação da multiplicidade, o consumo torna-se expressão de milhares de desejos diferentes e mutáveis, organizados em torno de símbolos que são produzidos pelas grandes corporações. A ineficácia de categorias analíticas tradicionais, como a de classe social, abre espaço para outras, como a de juventude, definidas em função de características menos tangíveis. Entre os sujeitos cujas identidades são construídas a partir de traços mais sutis, questionamentos como aqueles relativos aos direitos, que eram próprios dos cidadãos, são respondidos mais pelo consumo privado de bens e meios de comunicação de massa do que pelo exercício de regras abstratas ou pela participação em instituições tradicionais, como partidos políticos e sindicatos. Na linha da não institucionalização dos movimentos sociais, a culture jamming representa uma importante e criativa forma de resistência às mensagens corporativas. Apesar de propor diversos tipos de ação, sua principal característica é a subversão de significado, através da paródia, de peças publicitárias propostas pelas grandes empresas e veiculadas pela mídia hegemônica. Transgressores sagazes e atuais, eles trocam as armas por uma bem-humorada interferência cultural na mídia, internet, publicidade e produtos de consumo. Através da proposta de democratizar a mídia pela desconstrução de um discurso hegemônico e institucionalizado, os jammers colocam-se como mediadores na medida em que, reivindicando o direito à comunicação, assumem a tarefa de ampliar o acesso à cidadania para um grande número de consumidores cujas vozes são cotidianamente abafadas pelo rugir das grandes corporações
Abstract: Unyielding tensions, responsible for a fragmented and multifarious existence taking place in cultural landscapes touched by ongoing deterioration and devoid of fixed points, free from any rigidity, are features that become more conspicuous everyday in contemporary subjectivities. As the identification realm is marked by this growing multiplicity, consumption becomes the expression of thousands of different and changing desires, deployed round symbols produced by the great corporations. Given the inefficiency of traditional analytical categories, such as social class, new ones, such as youth, emerge and are defined on the basis of less tangible features. Among subjects whose identities are built on subtler features, instances of questioning, such as those regarding rights which pertained to citizens, are answered rather by private consumption of goods and the mass media than through the exercise of abstract rules or participation in traditional institutions such as political parties and trade unions. Along these lines of non-institutionalization of social movements, culture jamming is an important and creative form of resistance to corporate messages. Despite the many forms of actions proposed, its main feature is the subversion of meaning carried out through the parody of marketing pieces proposed by large companies and circulated by hegemonic media. Shrewd contemporary dissenters, they have given up weapons for humorous cultural intervention. Through a proposal of democratization of traditional media and the deconstruction of a hegemonic and institutionalized discourse, jammers stand as mediators since, in claming a right to communication, they take upon themselves the task of widening the access to citizenship for a large number of consumers, whose voices are daily muffled by the roar of great corporations
Palavras-chave: Culture jamming
Publicidade
Antropologia
Duplo
Psicanálise
Caçadores
Culture jamming
Publicity
Anthropology
Double
Psychoanalysis
Hunters
CNPq: CNPQ::OUTROS::CIENCIAS SOCIAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Ravier, Valéria Maria. Caçadores de símbolos: culture Samming, a publicidade e seu duplo. 2005. 172 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3418
Data do documento: 23-Nov-2005
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ValeriaRavier.pdf
  Restricted Access
2,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.