???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3396
Tipo do documento: Dissertação
Título: Trabalho, tempo livre e lazer: as possibilidades de liberdade no capitalismo contemporâneo
Autor: Custodio, Mariana Lopes 
Primeiro orientador: Garcia, Carla Cristina
Resumo: O problema investigativo que dá origem a esta dissertação relaciona-se à antinomia lazer e trabalho, considerando nesta relação o tema da liberdade. Assim, o objetivo deste trabalho é refletir sobre a centralidade do trabalho como uma categoria privilegiada para o entendimento do ser social e de suas possibilidades de liberdade. Empreendemos, portanto, uma investigação bibliográfica, para mostrar como as formas de organizar os processos de trabalho - fordismo-taylorismo e o toyotismo - acarretam novos valores e transformações na forma de gerir o tempo livre e o lazer. A partir dessa constatação, buscamos apontar, por um lado, como o lazer se configura no discurso dos autores que o perspectivam como um tempo de fruição e liberdade ou então, por outro lado conferem ao lazer o status de ócio. A análise empreendida nos permite afirmar, que, as noções de lazer /liberdade e lazer/ócio, ajustam-se as formas de organizar os processos de trabalho submetidos à lógica de valorização do capital. Dessa forma, num primeiro momento ratifica-se a cisão tempo de trabalho e tempo livre e num segundo momento incorre numa tentativa de suprimir as contradições dos tempos sociais
Abstract: The investigative problem that gives rise to this dissertation is related to the antinomy leisure and work, considering in this relation the theme of freedom. The objective of this paper is to reflect on the centrality of work as a privileged category for understanding the social being and the possibilities of freedom. We undertook, therefore, a literature search to show how the ways of organizing work processes -Fordism-Taylorism and the Toyota model - bring new values and changes in the way of managing free time and leisure. From this observation, we point out, firstly, how leisure is configured in the discourse of the authors perspective as a time of enjoyment and freedom or on the other hand give the status of leisure entertainment. Such analysis allows us to affirm, that the notions of pleasure / freedom and pleasure / leisure, fit forms of organizing work processes submitted to the logic of capital appreciation. Thus, at first it confirms the split work time and free time and incurs a second time in an attempt to suppress the contradictions of social time
Palavras-chave: Trabalho
Tempo livre
Lazer
Liberdade
Labor
Leisure
Freedom
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Custodio, Mariana Lopes. Trabalho, tempo livre e lazer: as possibilidades de liberdade no capitalismo contemporâneo. 2012. 126 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3396
Data de defesa: 18-May-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariana Lopes Custodio.pdf614,58 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.