REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/33685
Tipo: Monografia de Especialização
Título: Redução de emissões por desmatamento e degradação REDD+: mecanismo de conservação florestal
Autor(es): Vital, Christiane de Lima
Primeiro Orientador: Lopes, Márcio Mauro Dias
Resumo: O engajamento global para a implementação de um mecanismo voltado para a redução das emissões de gases de feito estufa provenientes do desmatamento e degradação florestal e que simultaneamente proporcione benefícios adicionais como a conservação da biodiversidade, manejo florestal sustentável e aumento dos estoques de carbono – REDD+ funda-se na iminente necessidade de ação para mitigação e adaptação aos impactos das mudanças climáticas. O desmatamento, as queimadas e a degradação florestal corresponderam cerca de 12- 20% das emissões antropogênicas de GEE, na década de 1990 á 2000. A manutenção das florestas em pé é essencial, uma vez que, os serviços ambientais prestados pelas florestas como a manutenção dos estoques de carbono, equilíbrio dos ecossistemas, conservação dos recursos hídricos e edáficos, acuidade dos povos da floresta é de vital importância para a estabilidade climática. Neste contexto, a implementação de um mecanismo econômico apropriadamente projetado será capaz de proporcionar benefícios econômicos, sociais e ambientais. O REDD+ revela-se a melhor estratégia para combater os impactos das mudanças climáticas, pois além dos benefícios inerentes a sua implementação constitui-se como a estratégia mais importante e a forma mais eficiente em relação ao custo-benefício no que tange a redução das emissões de GEE e a manutenção das florestas em pé. No cenário Brasileiro a implementação do REDD é essencial para complementar e integrar os Planos de Combate a Queimadas e o Desmatamento em consonância com a Política Nacional de Mudanças Climáticas. O Brasil desempenha um importante papel de liderança no âmbito do REDD, isto porque se encontra adiantado quanto as fases de implementação introduzidas pela COP 16. O presente trabalho pretende abordar o REDD como mecanismo de proteção florestal atualmente mais eficiente em relação ao custo-benefício discutido no cenário de mudanças climáticas
Palavras-chave: Mudanças climáticas
Floresta
Redução de Emissões CO2
REDD
Climate change
Forest
Reduced Emissions CO2
REDD
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO::DIREITOS ESPECIAIS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Direito
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade
Citação: Vital, Christiane de Lima. Redução de emissões por desmatamento e degradação REDD+: mecanismo de conservação florestal. 2013. Monografia de Especialização (Especialização em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade) - Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/33685
Data do documento: 18-Abr-2013
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CHRISTIANE DE LIMA VITAL.pdf1,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.