???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3313
Tipo do documento: Tese
Título: Peles braiadas: modos de ser Kalankó
Peles braiadas: modos de ser Kalankó
Autor: Herbetta, Alexandre Ferraz 
Primeiro orientador: Rangel, Lucia Helena Vitali
Resumo: Os Kalankó vivem no alto sertão alagoano, mais especificamente no município de Água Branca/AL. Eles afirmam-se publicamente indígenas, desde o fim da década de 1990, sendo reconhecidos como tais pelo Estado brasileiro em 2003. A etnologia indígena estuda e classifica este fenômeno como etnogênese, além de outros termos afins. Estes estudos focam-se na relação social destas populações com o Estado-nacão e entre elas. Esta tese busca compreender o ponto de vista Kalankó sobre o que é ser uma pessoa Kalankó. Trata-se ainda de um estudo sobre o sistema simbólico nativo que tem como base a música, a qual age como o pivô de um complexo ritual que liga o sistema mitocosmológico a alguns outros domínios culturais, apontando para a existência de um sistema de representações sociais acerca do mundo e do self. Além disso, tenta-se entender como este sistema de representação é usado para se estabelecer aproximações e distanciamentos estratégicos em relação às outras populações da região e do Brasil. Neste sentido, busca-se ainda compreender o que é uma identidade indígena, da perspectiva indígena do processo. E, assim, o que é humano para as populações em questão. Para isso, o desenvolvimento do trabalho apoiou-se em uma série de oito viagens, divididas assimetricamente entre os grupos indígenas do alto sertão alagoano, os principais centros urbanos da região e principalmente a aldeia Kalankó. Neste sentido, os objetivos da tese são os de realizar um aprofundamento nos estudos sobre o conceito de cultura e de identidade, contribuindo ao campo de estudos da antropologia. E, acima disso, reposicionar os Kalankó e os outros povos indígenas do sertão nordestino no campo de estudos da etnologia indígena no Brasil, deixando-os simetricamente ao lado de outras populações ameríndias e expandindo as possibilidades de entendimento destas pessoas
Abstract: The Kalankó community lives in the hinterland of Alagoas, more specifically in the municipality of Água Branca/AL. They have reinforced their indigenous identity publicly since the end of the 1990s, receiving the official classification by the federal government as Indians - in 2003. The field of ethnology classifies this phenomenon as ethnogenesis, among other related terms. These studies focus on the relationship between these populations and the nation state. This thesis aims to understand the Kalankó point of view as to what it means to be a Kalankó person. It is also a study on the symbolic system that is based on native music that acts as the pivot of a complex ritual that connects the mythology with some cultural domains and points out a complex representation of reality. In this sense, this thesis also attempts to understand how this representation is used to establish similarities and differences of strategic importance to the other peoples of the region and Brazil. In addition, I seek to understand what is an indigenous identity from the indigenous perspective. As a consequence, this provides insight into what is human. This thesis is based on a series of eight trips to the region, divided asymmetrically among indigenous groups in the same area, as well as major urban centers of the region, with the main focus on Kalankó villages. In this sense, one of the objectives of this thesis is to carry out studies on the concept of culture and identity, contributing to the field of anthropology. And beyond that, it tries to reposition Kalankó and other indigenous peoples of the northeastern hinterlands among ethnology in Brazil, leaving them symmetrically among other indigenous people, expanding the possibilities of the understanding of human phenomenon
Palavras-chave: Pessoa
Índio
Identidade
Humano
Kalankó
Person
Indian
Identity
Human
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Herbetta, Alexandre Ferraz. Peles braiadas: modos de ser Kalankó. 2011. 339 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3313
Data de defesa: 10-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alexandre Ferraz Herbetta.pdf9,55 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.