???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3246
Tipo do documento: Dissertação
Título: Olhar africano: aspectos da África ao sul do Saara na vida de africanos residentes em São Paulo
Autor: Silva, Alessandro Ferreira da 
Primeiro orientador: Bernardo, Teresinha
Resumo: Esta dissertação versa sobre a História de Vida de africanos negros e não negros residentes em São Paulo que vivenciaram o processo de Independência ou pós-independência de seus países. Pessoas que trazem na memória vivências reveladoras de aspectos importantes da história africana no período mencionado, bem como práticas ancestrais presentes nas várias culturas negro-africanas e percebidas nos relatos que revelam, entre outros, o culto aos ancestrais, a existência da família extensa e os ritos de iniciação, fundamentados teoricamente por Leite (2008). Nesse sentido, o uso das narrativas construídas com base na memória tem como embasamento teórico os trabalhos de Halbwachs (2004), Bosi (1999) e Pollack (1989, 1992) que apontam ser a memória uma seiva social riquíssima e tão legítima quanto a escrita. Analiso essas vozes africanas com o intuito de contribuir com a desconstrução de uma África inventada ao longo de séculos de estereotipias criadas para justificar a exploração praticada sobre o território, seu povo e os filhos da diáspora, e que foram determinantes para a construção do racismo contra o negro e o seu empobrecimento material. Ao longo da pesquisa foi observada a existência de espaços de privilégios nas colônias de Moçambique e Angola, sendo esses marcados pela ausência da população negra, destinada ao espaço indígena, como eram chamados pejorativamente. Têm-se como uma das principais observações feitas, ao término do trabalho, o fato de que o desmoronamento do mundo colonial deixara marcas profundas na memória dos entrevistados, determinadas pelo espaço que cada um ocupava no mundo colonial. E esse acontecimento, se por um lado representou tristeza e sentimento de perda para uns, em contrapartida trouxe esperança de mudanças para outros
Abstract: This dissertation is about the history of black and non-black Africans who are in São Paulo and lived through the process of impendence in their original countries. These people carry in their living important memories about this period of African history, as well as ancient cultural practices, which are present in the many black-African cultures. These are presented in the many personal narratives and bring some light to rituals such as the cult of the ancestors, the existence of large kin and rites of passage, as discussed by Leite (2008). Likewise, the use of memory-based narratives is theoretically based on the works by Halbwachs (2004), Bosi (1999) and Pollak (1989, 1992) who argue that memory is a rich source of data, as legitimate as writing. Here, I analyse these "African voices" aiming at contributing to deconstruction of an Africa that was invented through centuries of stereotypes created to justify the exploitation made upon her territory, people and the Diaspora, which were determinants to the establishment of racism against the black people and their impoverishment. Throughout my research, I perceived the existence of some room for privileges in some colonies as Mozambique and Angola, those characterised by the absence of black population. One of the most important outcomes of this research is the fact that the collapse of the colonial world left deep scars in the memory of my interviewees. Such scars may be credited to the social space each of them occupied in this colonial world. If, on one hand the end of the colonial world brought sadness and a feeling of loss, on the other, it brought, for many others, the hope of changes
Palavras-chave: África
Memória
Estereotipias
Práticas ancestrais
Colonialismo
Memory
Stereotypes
Ancient cultural practices
Colonialism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Silva, Alessandro Ferreira da. Olhar africano: aspectos da África ao sul do Saara na vida de africanos residentes em São Paulo. 2010. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3246
Data de defesa: 15-Oct-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alessandro Ferreira da Silva.pdf842,9 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.