REPOSITORIO PUCSP Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/31989
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Cuidados de enfermagem no manejo terapêutico do recém-nascido em situação de dor e desconforto
Autor(es): Del'Ospedale, Beatriz Gambary
Lima, Siméia Batista Reis de
Primeiro Orientador: Almeida, Janie Maria de
Resumo: Introdução: Os estudos têm mostrado que recém-nascidos possuem os componentes funcionais e neuroquímicos relacionados à resposta da dor, ainda que a maturação do sistema nervoso ocorra durante a vida pós-natal. Quando o recém-nascido apresenta dor, os sinais emitidos são por meio de alterações de comportamento e fisiológicas, podendo ser: choro, rigidez muscular, expressão facial e alterações no sono, alimentação, frequência cardíaca e respiratória, assim como a saturação de oxigênio e até mesmo pressão arterial. Objetivo: Identificar as escalas de avaliação da dor e desconforto em recém-nascidos, aplicados pela equipe de enfermagem. Metodologia: Estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa. A coleta de dados ocorreu na UTI neonatal e pediatria do Hospital Santa Lucinda localizado em Sorocaba/SP. Os participantes da pesquisa foram 24 profissionais da enfermagem. O instrumento de coleta de dados foi entregue para os respondentes e os dados foram analisados de acordo com a Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: Foi constatado que durante o processo assistencial a equipe de enfermagem identifica a dor dos recém-nascidos por meio de sinais e comportamentos apresentados durante procedimentos dolorosos. A utilização de medidas não farmacológicas antes e após procedimentos dolorosos, demonstrado pelo manejo da sucção não nutritiva, pelo ato de colocar o recém-nascido no seio materno, pela contenção com cueiro, também a administração de glicose à 25% por via oral, o banho (ofurô, imersão, morno), pela massagem e a diminuição do barulho e da luz do ambiente. Em relação a capacitação para o manejo da dor do recém-nascido foi relatado pela maioria das profissionais que não possuem algum tipo de treinamento ou conhecimento específico, há falta de treinamento da equipe de enfermagem, promover a capacitação em serviço como estratégia. Conclusão: O estudo possibilitou conhecer o manejo terapêutico e não farmacológico utilizado pela equipe de enfermagem antes, durante e após procedimentos dolorosos para alívio da dor do recém-nascido em unidade neonatal, sendo eles a contenção, a sucção não nutritiva, a glicose à 25%, o banho, a amamentação entre a mãe e o recém-nascido.
Abstract: Introduction: Studies have shown that newborns have functional and neurochemical components related to pain response, even though the maturation of the nervous system occurs during postnatal life. When the newborn presents pain, the signals emitted are through behavior and physiological changes, which may be: crying, muscle stiffness, facial expression and changes in sleep, feeding, heart rate and respiratory rate, as well as oxygen saturation and even blood pressure. Objective: To identify the scales for assessing pain and discomfort in newborns applied by the nursing team. Methodology: This is an exploratory, descriptive study with a qualitative approach. Data collection occurred in the neonatal icu and pediatrics sectors of the Santa Lucinda Hospital located in Sorocaba - SP. The research participants were 24 nursing professionals. The data collection instrument was delivered to the respondents and the data were analyzed according to Bardin's content analysis. Results: The categories elaborated were the following categories: Identification of pain and discomfort of the newborn; which, through the reports of the respondents, it was found that during the care process the nursing team identifies the pain of newborns through signs and behaviors presented during painful procedures. Another category was the use of nonpharmacological measures before and after painful procedures; in which the nursing team uses non-pharmacological measures in newborns before and after painful procedures to prevent and alleviate the pain of neonates. And the other category was the Training for the management of newborn pain; fhi reported through the research by most professionals who do not have any type of training or specific knowledge for the treatment of the discomforts and pain of newborns, the lack of training of the nursing team, thus promoting in-service training as a strategy. Conclusion: The study made it possible to know the therapeutic and non-pharmacological management used by the nursing team before and after painful procedures to relieve the pain of the newborn in a neonatal unit, being the containment, non-nutritive suction, glucose at 25%, the bath, breastfeeding between the mother and the newborn
Palavras-chave: Manejo da dor
Recém-nascido
Unidade neonatal
Pediatria
Enfermagem
Pain management
Newborn
Neonatal unit
Paediatrics
Nursing
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Graduação em Enfermagem
Citação: Del'Ospedale, Beatriz Gambary; Lima, Siméia Batista Reis de. Cuidados de enfermagem no manejo terapêutico do recém-nascido em situação de dor e desconforto. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/31989
Data do documento: 1-Dez-2022
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC - Siméia Batista Reis de Lima_Simeia Batista Reis.pdf450,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.