REPOSITORIO PUCSP Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/31980
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Conhecimento da equipe de enfermagem sobre a violência obstétrica de um hospital escola
Autor(es): Bigoli, Gislaine Piedade
Moura, Lilian Andressa de Oliveira
Primeiro Orientador: Almeida, Janie Maria de
Resumo: Introdução: A violência obstétrica é um termo utilizado para definir a realização de intervenções desnecessárias no período em que a gestante se encontra vulnerável pelo estado gravídico no ambiente hospitalar, no momento da parturição. Nesse sentido, a violência obstétrica é o tratamento violento, envolvendo abuso de medicalização e manobras mecânicas que acabam modificando o processo de parturição no qual alteram os processos fisiológicos para uma condição patológica. Essa prática acaba acarretando a perda de autonomia da paciente e na capacidade de decidir livremente sobre seu corpo. Objetivo: Reconhecer a percepção da equipe de enfermagem sobre a violência obstétrica no atendimento a parturientes de um hospital escola e analisar as respostas das profissionais sobre as situações vivenciadas, identificando quais são os conhecimentos que a equipe de enfermagem possuem. Método: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado na maternidade do Hospital Santa Lucinda - SP. Participaram da pesquisa 22 profissionais de enfermagem, todas do sexo feminino, que atuam no acolhimento, pré-parto, centro obstétrico, pós-parto e alojamento conjunto, para as quais foram aplicadas um questionário com questões norteadoras; os resultados foram organizados e analisados pelo método na Análise de Conteúdo de Bardin. Foram construídas três categorias: Reconhecimento das diversas formas de violência obstétrica pela equipe de enfermagem, Desconhecimento das gestantes e parturientes sobre a violência obstétrica e a indignação das profissionais diante de uma violência obstétrica. Resultados: As profissionais reconhecem as diferentes formas da violência obstétrica, sejam por manobras obstétricas inadequadas e sem o consentimento da gestante ou até termos e palavras constrangedoras, identificam que as parturientes desconhecem formas de violência obstétrica, pois estão vivenciando momentos de grande comoção, considerando esses atos como algo comum. Apontam também indignação diante do desconforto e o posicionamento por falta de leis para respaldar, além do medo de perderem seus empregos. Conclusão: A equipe de enfermagem reconhece a violência obstétrica, no entanto existe a necessidade de as gestantes também terem tal conhecimento, pois elas não sabem que possuem autonomia em suas decisões e não conhecem seus direitos e acabam sendo vítimas por não reconhecerem os atos praticados contra elas, como uma violência obstétrica
Abstract: Introduction: The obstetric violence is a term used to define the realization of unnecessary interventions in the period in which the pregnant woman is vulnerable by the gravidic state in the hospital environment, at the time of parturition. In this sense, obstetric violence is violent treatment involving abuse of medicalization and mechanical maneuvers that end up modifying the process of parturition in which they change the physiological processes to a pathological condition. This practice ends up leading to the loss of the patient's autonomy and her ability to decide freely about her body. Objective: To recognize the perception of the nursing staff about obstetric violence in the care of parturients in a teaching hospital and to analyze the responses of professionals about the situations experienced, identifying what knowledge the nursing staff has. Method: A descriptive study, with a qualitative approach, carried out in the maternity ward of the Hospital Santa Lucinda - SP. Participated in the research 22 nursing professionals, all female, who work in the reception, prepartum, obstetric center, postpartum and rooming-in, for which a questionnaire with guiding questions was applied; the results were organized and analyzed by the method in Bardin's Content Analysis. Three categories were constructed: Recognition of the various forms of obstetric violence by the nursing team, Unawareness of pregnant and parturient women about obstetric violence and the indignation of professionals in the face of obstetric violence. Results: The professionals recognize the different forms of obstetric violence, whether by inappropriate obstetric maneuvers and without the consent of the pregnant woman or even terms and embarrassing words, they identify that parturients are unaware of forms of obstetric violence, because they are experiencing moments of great commotion, considering these acts as something common. They also point to indignation at the discomfort and the lack of laws to support them, besides the fear of losing their jobs. Conclusion: The nursing team recognizes obstetric violence; however, there is a need for pregnant women to also have this knowledge, because they do not know that they have autonomy in their decisions and do not know their rights and end up being victims for not recognizing the acts practiced against them as obstetric violence
Palavras-chave: Enfermagem
Obstetrícia
Parto
Violência obstétrica
Direitos reprodutivos
Nursing
Obstetrics
Childbirth
Obstetric Violence
Reproductive Rights
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Graduação em Enfermagem
Citação: Bigoli, Gislaine Piedade; Moura, Lilian Andressa de Oliveira. Conhecimento da equipe de enfermagem sobre a violência obstétrica de um hospital escola. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/31980
Data do documento: 2-Dez-2022
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Lilian Moura e Gislaine Bigoli_Gislaine Piedade Big.pdf307,52 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.