???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3154
Título: Inclusão social da psicose: uma abordagem crítica
Título(s) alternativo(s): Social inclusion of psychosis: a critical approach
Autor: Ramos, Érico Avelino Pontes
Primeiro orientador: Costa, Ana Maria Rodrigues da
Resumo: Este trabalho tem como objetivo refletir sobre a principal proposta dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que é a de inclusão social de pessoas com transtornos mentais severos, este trabalho se atém à questão da proposta inclusiva efetuada nos CAPS com pacientes psicóticos. Tendo como referencial teórico a psicanálise lacaniana, foi realizada revisão de textos que tratam da reforma psiquiátrica e sua proposta de novas formas de tratamento. Inicialmente é realizada uma análise histórica da psiquiatria, o surgimento, obtenção de poder, função social e principalmente o caráter asilar do dispositivo manicomial de tratamento. Discute o surgimento dos manicômios e a especificidade da disciplina psiquiátrica no Brasil concluindo que o discurso organizador da proposta asilar no Brasil é o do Mestre. É discutida a implantação da reforma psiquiátrica no Brasil que culminou em novas formas de tratamento da loucura, dentre elas o surgimento dos CAPS. A atuação do psicanalista e as contribuições que a psicanálise tem a dar ao campo da saúde mental é clara, porém, são necessárias transformações na postura dogmática à inserção do psicanalista nos novos aparatos terapêuticos. Para que o trabalho avance propõe-se ao analista que seu papel seja claro e ancorado na ética de fazer circular a causa do desejo para que surja o sujeito, possibilitando o tratamento do gozo, o qual está desmedido na psicose. A efetividade da atuação psicanalítica é garantida se for pautada na especificidade da estrutura da psicose. Conclui-se que a psicanálise lacaniana é uma ferramenta que possibilita o tratamento da psicose no campo da saúde mental. Finalmente considera-se que a proposta lacaniana, encontrada na denominada primeira clinica, de secretariar o alienado é diversa a ação inclusiva dos CAPS se esta inclusão estiver baseada em ideais fálicos
Abstract: This work has the aim reflect about Psychical-Social Care Centers (CAPS) main proposal, that is, the social inclusion of people suffering several mental disorder. This work refers to the question raised on the inclusion made effective in CAPS with psychotics patients. It has been taken as theoretical reference the Lacan s psychoanalysis, and it was made texts reviews concerning to psychiatric reform and its new ways of treatment proposition. At the very beginning a historical analysis of psychiatric, its birth, empowerment, social role and, especially, the sheltering feature of the insane asylum as way of treatment. It was discussed the insane asylum appearance and specificity of psychiatric discipline in Brazil, coming to the conclusion that the basilar reasoning of the asylum proposition in Brazil comes from Lacan, the Master. It has been analyzed the psychiatrical reforms in Brazil, that ended up in new ways of treatment of insanity, among them the CAPS blooming. The psychoanalyst acting and the contributions to be given by the psychoanalysis to the mental health field are clear and evident. However, there must be changes in the dogmatic posture facing the insertion of psychoanalysts in the new therapeutical methods. In order to the worker advanced, it is being proposed that the psychoanalyst role be clear and hooked to the ethics, and to the goal of circulating the cause of desire so that the individual comes out, making possible the enjoy treatment, which is unmeasured in the psychosis. The effectiveness of the psychoanalysis procedures will be ensured if it is focused in the specificities of the psychosis structures. As a conclusion, the Lacan s psychoanalysis is a tool that enables the psychosis tratemant in the field of mental health. Finally, based on what is called first clinic, it has been considered that Lacan s psychoanalysis proposal of assist the insane is different from the including action found in CAPS if this inclusion is based in phallic ideals
Palavras-chave: Psicose
Psicanálise
Reforma psiquiátrica
Inclusão social
Psychosis
Pshycoanalisys
Psychiatrical reform
Social inclusion
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Cogeae Lato Sensu - M
Programa: Cogeae Lato Sensu - M
Citação: Ramos, Érico Avelino Pontes. Social inclusion of psychosis: a critical approach. 2008. 54 f. (Mestrado em Cogeae Lato Sensu - M) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3154
Data de defesa: 28-Jul-2008
Appears in Collections:Lato Sensu (Especialização e MBA - COGEAE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Erico Avelino Pontes Ramos.pdf156,55 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.