REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/29228
Tipo: Monografia de Especialização
Título: A dinâmica da relação feminino-masculino na trajetória de Sherazade na obra das Mil e Uma Noites
Autor(es): Mehero, Luciana Atallah
Primeiro Orientador: Parisi, Silvana
Resumo: A obra das Mil e Uma Noites representa um conjunto de contos populares, histórias e fábulas acumuladas do século IX ao XVIII. A obra foi elaborada por centenas de indivíduos, traduzida em dezenas de idiomas, sendo conhecida mundialmente. Os contos ressoam por séculos devido à sua temática universal, sendo uma expressão dos processos psíquicos do inconsciente coletivo. Este trabalho analisou, por meio do processamento simbólico, a dinâmica da relação feminino-masculino na trajetória de Sherazade e a representação de sua imagem arquetípica na atualidade. O contexto inicial da obra é completamente masculino indicando a unilateralização da consciência coletiva. Ao longo da história o feminino aparece sendo associado à imprevisibilidade, perversidade e deslealdade. Assustado com o poder do feminino e com a impossibilidade de contê-lo, o rei Shariar decide eliminá-lo se casando todas as noites com uma mulher e matando-a ao amanhecer. A partir do momento em que Shariar é dominado pela indiscriminação e inconsciência ele pode ser visto como a manifestação do animus negativo de Sherazade. Sherazade heroicamente e sedutoramente, demonstrando uma mistura de Atena com Afrodite, reestabelece o funcionamento sadio do reino. A obra das Mil e Uma Noites trata de uma história de redenção mútua em que a partir do relacionamento com Sherazade o rei é transformado e ela se transforma. Deste modo, o contexto inicial da história, completamente masculino, é compensado. No final Duniazade, irmã de Sherazade, se casa com Shazanan, irmão de Shariar, formando um quatêrnio e simbolizando a completude: os quatro passam a viver inseparáveis
Palavras-chave: Sherazade
Conto
Feminino
Psicologia analítica
Anima e animus
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Abordagem Junguiana: Leitura da realidade e metodologia de trabalho
Citação: Mehero, Luciana Atallah. A dinâmica da relação feminino-masculino na trajetória de Sherazade na obra das Mil e Uma Noites. 2015. Monografia de Especialização (Especialização em Abordagem Junguiana: Leitura da realidade e metodologia de trabalho) - Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/29228
Data do documento: 1-Jul-2015
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luciana Atallah Mehero.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.