REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27223
Tipo: Dissertação
Título: O espaço da morte em Venha ver o pôr do sol, de Lygia Fagundes Telles e A tumba, de Howard Phillips Lovecraft
Título(s) alternativo(s): The space of death in Venha ver o pôr do sol, by Lygia Fagundes Telles and A tumba, by Howard Phillips Lovecraft
Autor(es): Melo, Alice Vasconcelos
Primeiro Orientador: Cardoso, Elizabeth da Penha
Resumo: Esta pesquisa constitui um estudo topoanalítico sobre a relação sentimental do personagem por meio do tópos da morte nos contos Venha Ver o Pôr do Sol (1970), de Lygia Fagundes Telles (2009) e A Tumba (1922), de Howard Phillips Lovecraft (2019). Dedica-se a analisar a relação sentimental dos protagonistas com o espaço da morte constituído pelo cenário de cada narrativa. Parte-se do pressuposto de que o sentimento de afeição ou aversão do personagem pelo espaço está condicionado a sua experiência direta e íntima com o tópos, sendo o sentimento topofílico determinado pela familiarização com o lugar, e o topofóbico desencadeado pelo estranhamento do lugar. Para sustentar esta pesquisa, foram empregadas as concepções de Borges Filho (2007), Brandão (2013), Lins (1976) e Dimas (1987) sobre o espaço ficcional. No que concerne à topopatia, o sentimento topofílico e topofóbico, foram empregadas as fundamentações de Borges Filho (2007) e Tuan (1980 e 2005). Ainda sobre as concepções dos espaços sepulcrais, o apoio está nas concepções de Foucault (2013) e Lauwers (2015). A análise dos contos está baseada no percurso espacial realizado pelos protagonistas, a fim de verificar o espaço percebido e experienciado a partir dos gradientes sensoriais e as coordenadas espaciais. Constata-se que a relação sentimental de afeição ou aversão do personagem pelo espaço da morte são resultantes da experiência direta com o tópos, as quais estão condicionadas aos laços de familiaridade ou de estranhamento com o lugar ocupado e percebido por cada personagem
Abstract: This research constitutes a topoanalytic study of the character's sentimental relationship through the topos of death in the short stories Venha Ver o Pôr do Sol (1970), by Lygia Fagundes Telles (2009), and A Tumba (1922), by Howard Phillips Lovecraft (2019). It is dedicated to analyze the sentimental relationship of the protagonists with the space of death represented by the setting of each narrative. It is assumed that the character's feeling of affection or aversion for the space is conditioned on his direct and intimate experience with the topos, the topophilic feeling being determined by familiarity with the place, and the topophobic feeling triggered by strangeness to the place. To support this research, the conceptions of Borges Filho (2007), Brandão (2013), Lins (1976) and Dimas (1987) on the fictional space were employed. Regarding topopathy, the topophilic and topophobic feelings, the foundations of Borges Filho (2007) and Tuan (1980 and 2005) were used. Still about the conceptions of sepulchral spaces, the support is in the conceptions of Foucault (2013) and Lauwers (2015). The analysis of the short stories is based on the spatial path taken by the protagonists, in order to verify the space perceived and experienced from the sensory gradients and the spatial coordinates. It is found that the sentimental relationship of affection or aversion of the character by the space of death are the result of direct experience with the topos, which are conditioned to the ties of familiarity or strangeness with the place occupied and perceived by each character
Palavras-chave: Espaço da morte
Lygia Fagundes Telles
Howard Phillips Lovecraft
Topopatia
Space of death
Lygia Fagundes Telles
Howard Phillips Lovecraft
Topopathy
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Melo, Alice Vasconcelos. O espaço da morte em Venha ver o pôr do sol, de Lygia Fagundes Telles e A tumba, de Howard Phillips Lovecraft. 2022. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27223
Data do documento: 16-Jun-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alice Vasconcelos Melo.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.