REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Pós-Graduação em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24069
Tipo: Dissertação
Título: Afinidades e estranhamentos epistemológicos entre as filosofias de C. S. Peirce e de B.F. Skinner
Autor(es): Aguirre, Jorge Luis Quintero
Primeiro Orientador: Aguirre, Jorge Luis Quintero
Resumo: Artigos teóricos na área da filosofia da análise do comportamento apontam que a maneira mediante a qual os estudos comparativos entre o behaviorismo radical e o pragmatismo vêm sendo feitos produziram semelhanças superficiais, devido à falta de uma compreensão integral dos sistemas desses autores. Ao mesmo tempo, alguns teóricos da análise do comportamento afirmam a existência de semelhanças relevantes e pouco exploradas entre as filosofias de Peirce e Skinner. O objetivo deste trabalho foi buscar uma compreensão da epistemologia peirceana, integrada em seu sistema filosófico, de maneira a possibilitar uma comparação entre seus conceitos e os do behaviorismo radical.Foi escolhida a obra de Skinner do período de 1980 a 1990, que apresenta o pensamento desse autor nos últimos anos de sua produção. De Peirce, foi escolhida a obra “Chance Love and Logic”, que era a única obra de Peirce que se encontrava no acervo pessoal de Skinner, de acordo com a sua autobiografia “The Shaping of a Behaviorist”. Essa obra cobre 30 anos de produção de Peirce, o que permite pensar que é representativa de seu pensamento. Foram definidas cinco categorias de análise que guiaram a leitura do material: conhecimento, concepções de verdade, psicologia e comportamento, lógica e ciência. Os resultados obtidos apontaram grandes diferenças entre os dois autores. Em primeiro lugar, apresentam diferentes tipos de selecionismo, sendo que Skinner apresenta a seleção por consequências, e Peirce, um selecionismo associacionista. No selecionismo de Peirce não parece haver influência de consequências na definição das classes de fenômenos, o que é uma divergência fundamental entre Peirce e Skinner. Outra diferença diz respeito à concepção de realidade e verdade. Para Peirce, a ciência tem como tarefa chegar à opinião verdadeira, que corresponde à realidade e é reconhecida por ser uma regra efetiva de ação. Para Skinner, a ciência deve procurar ser efetiva, mas esse autor não trata de realidades ou verdades. A ocorrência dessas divergências, que acontece em relação às cinco categorias de análise, parece corresponder ao interesse na aplicação dos conhecimentos científicos para a resolução de problemas sociais, que estava mais presente em Skinner do que em Peirce. Os resultados revelaram uma posição diferente da dos autores que têm tratado do tema na literatura. Esse resultado aponta para a importância de um estudo subsequente, que leve em conta mais aspectos de cada sistema para fortalecer os presentes achados
Abstract: Some theoretical papers in the field of the philosophy of behavior analysis make the case that superficial afinities were being found between radical behaviorism and other philosophies due to lack of an integrated understanding of the sistems being compared. At the same time, some philosophers in behavior analysis were afirming the existence of relevant similarities between the philosophies of Peirce and Skinner that hadn’t been duly explored. The objective of this work was to produce a comprehension of Peirce’s epistemology integrated in its philosophical system, to facilitate a comparison between its concepts and those of radical behaviorismo. The material used to study Skinner’s philosophy were some papers between the period of 1980 to 1990 that were considered to be mainly about his theoretical and philosophical inclinations. We believe this restriction does not limit greatly the value of this work, given that our interest was not to analise the whole of Skinner’s thought. The material used to study Peirce’s philosophy was the book “Chance Love and Logic”, mainly because it was the only book by Peirce owned by Skinner, according to Skinner’s autobiography “The Shaping of a Behaviorist”. That work covers about thirty years of Peirce’s production, which allows us to consider it representative of his system. We defined five categories of analysis that guided the reading of the material: knowledge, conceptions of truth, psychology and behavior, logic and science. The results obtained pointed to great diferences between the authors. Firstly, They present diferent kinds of selectionism, Skinner presented selection by consequences, and Peirce presents a selectionism that is associacionistic. In Peirce’s selectionism there is no influence of consequences in the definition of classes of events produced by selection, and so we have a fundamental divergence between Peirce and Skinner. Another difference shows itself concerning the conceptions of truth and reality. To Peirce, science has the incumbence of reaching true opinion, an opinion that corresponds with reality and is recognized for being an effective rule of action. To Skinner science must lead to effective action, but is not concerned with truth or reality. The ocurrence of such diferences across the five categories seems to be related to the interest each author has in the aplication of scientific knowledge to the resolution of social issues, which was more presente in Skinner. These findings revealed a difference from what other authors in literature were saying. This however only points to the importance of further studies that takes into account more aspects of each system to corroborate the findings here presented
Palavras-chave: Peirce, Charles Sanders [1839-1914] - Crítica e interpretação
Skinner, Burrhus Frederic [1904-1990] - Crítica e interpretação
Avaliação do comportamento
Pragmatismo
Peirce, Charles Sanders [1839-1914] - Criticism and interpretation
Skinner, Burrhus Frederic [1904-1990] - Criticism and interpretation
Behavioral assessment
Pragmatism
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Aguirre, Jorge Luis Quintero. Afinidades e estranhamentos epistemológicos entre as filosofias de C. S. Peirce e de B.F. Skinner. 2021. Dissertação (Mestrado em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24069
Data do documento: 5-Mar-2021
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jorge Luis Quintero Aguirre.pdf868,84 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.