???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/23162
Tipo do documento: Dissertação
Título: Remodelações dialéticas em psicanálise: a nova origem imanente da diferença
Autor: Pozetti Filho, Fernando Alberto 
Primeiro orientador: Sant'anna, Denise B. de
Resumo: Este trabalho se envereda pelo universo dialético e busca, sob tais iniciativas heurísticas, conjecturar operadores históricos e atuais do funcionamento psíquico humano. Frente ao campo psicanalítico, em todo seu primeiro século de existência, observamos ser inerente aos seus procedimentos de formalização conceitual e capacitação da práxis clínica, um tipo específico de forja de conceitos e rituais técnicos (settings) capazes de comportar, justamente, orientações diversas de epistemologias, de ontologias e de linguagens. Nesta ótica, a associação entre dialética e psicanálise ocorrerá na efetivação de novas estruturas constituídas pelo princípio de descentramento que apontaram a necessidade de repensar teorias de relação de objetos, teorias da memória, modos de subjetivações e a própria idiossincrasia de sua Ética. Por isso, houve e haverá sucessivas modulações de metapsicologias uma vez que operam como investimentos e desinvestimentos de sistemas aptos a conceituarem leis nucleares e procedimentos de transformação, acoplados às designações diretas à psique, à clínica, à cultura, à linguagem, à universidade. Traçamos um percurso histórico pouco usual, em que a orientação pré-socrática e aristotélica passa a dialogar, para, dezenas de séculos depois, ser reanimada por Hegel e, daí, pelas irreparáveis transformações do pensamento e da sociedade nos séculos XX e XXI. Por fim, este texto se enreda em discussões das recentes conquistas das redes neurais artificiais, lidos, aqui, como herdeiros desta mesma lógica dialética. O objetivo geral é propor a gênese e estimular um novo percurso de investigação que, no atual momento das descobertas da tecnociência, permitem ratificar pressupostos da história do movimento psicanalítico e de suas metapsicologias compactuando-as ao escopo formal que deu vida à inteligência artificial. Será através de operadores como tensores, topologia e combinatória estrutural que se delineará, nesta pesquisa, tal conjectura
Abstract: This research goes through the dialectical universe and seeks, under such heuristic initiatives, to conjecture historical and current operators of human psychic functioning. Faced with the psychoanalytic field, throughout its first century of existence, we observed that it is inherent to its procedures of conceptual formalization and training of clinical praxis, a specific type of forging of concepts and technical rituals (settings) capable of precisely carrying out different guidelines of epistemologies, ontologies and languages. In this perspective, the association between dialectics and psychoanalysis will occur in the realization of new structures constituted by the principle of decentralization that emphatically pointed out the need to rethink theories of object relation, theories of memory, and modes of subjectivation and the very idiosyncrasy of its Ethics. Therefore, there was and will be successive modulations of metapsychologies since they operate as investments and divestments of systems capable of conceptualizing nuclear laws and transformation procedures, coupled with the direct designations of the psyche, the clinic, the culture, the language, the university. We trace an unusual historical path, in which the pre-Socratic and Aristotelian orientation starts to dialogue, to, dozens of centuries later, be revived by Hegel and, from there, by the irreparable transformations of thought and society in the 20th and 21st centuries. Finally, this text engages in discussions of the recent conquests of artificial neural networks, read, here, as heirs of this same dialectical logic. The general objective is to propose the genesis and to stimulate a new investigation path that, at the present moment of the discoveries of technoscience, allow to ratify assumptions of the history of the psychoanalytic movement and its metapsychologies, compacting them to the formal scope that gave life to artificial intelligence. It will be through operators such as tensors, topology and structural combinatory that this conjecture will be outlined in this research
Palavras-chave: Dialética
Metapsicologia
Topologia
Dialectic
Metapsychology
Topology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Pozetti Filho, Fernando Alberto. Remodelações dialéticas em psicanálise: a nova origem imanente da diferença. 2020. 138 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia: Psicologia Clínica) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/23162
Data de defesa: 1-Jul-2020
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernando Alberto Pozetti Filho.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.