REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/22960
Tipo: Tese
Título: O trabalhador brasileiro: um caso de polícia até 1950: representações sobre os trabalhadores urbanos no período de 30 a 50
Autor(es): Vieira, Vera Lúcia
Primeiro Orientador: Fraga, Estefânia Knotz Canguçu
Resumo: O presente estudo busca resgatar as representações sobre os trabalhadores urbanos, particularmente em São Paulo, no período de 1930-1950, confrontando os discursos as práticas por meio de documentos refletores do pensamento de diferentes segmentos da sociedade e também por meios dos depoimentos de trabalhadores sobre suas vivências e lembranças dos acontecimentos desta época. A análise documental demonstrou que, ao longo do período, o trabalhador foi considerado e também tratado como um problema e um caso de polícia, apesar da política de interação, em decorrência de uma postura excludente que o considerava incompetente para a cação política e sem consciência para a condução de seu próprio destino. Excludente porque o considerou pouco “brasileiro”, passível de sofrer influencias estranhas à violência. Excludente porque ampliou e tornou mais eficiente um sistema de repressão que se estendeu ao conjunto dos trabalhadores, particularmente os imigrantes, sob a capa do patriotismo nacionalista contra influencia alienígenas. Paralelamente à exclusão e à violência, formava-se a imagem de que qualquer organização do trabalhador era maléfica. Atribuia-se-lhe a capacidade de tramar e agir contra a ordem instituída, de ser influenciado por pessoas ou ideias estranhas à sua própria índole. Constituía-se assim uma cultura pela qual o trabalhador, ao lutar por si e para si, lutava contra si próprio, devendo por tanto ser salvo de si mesmo. Desta forma, a repressão foi legalizada e o medo difundido. A ação política dos trabalhadores foi associada à ideia de subversão, tornou-se, portanto, ilegal. Dava-se continuidade à década de 20, consubstanciando-se uma cultura que considerava o trabalhador um problema social e, ainda, um caso de policia
Abstract: The thesis has no abstract
Palavras-chave: Trabalhadores - São Paulo (cidade)
Movimento trabalhista
Employees - São Paulo (Brazil)
Labor movement
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Vieira, Vera Lúcia. O trabalhador brasileiro: um caso de polícia até 1950: representações sobre os trabalhadores urbanos no período de 30 a 50. 1998. 295 f. + 570 f. Anexos. Tese (Doutorado em História) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1998.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22960
Data do documento: 30-Nov-1998
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vera Lucia Vieira.pdf6,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Vera Lucia Vieira - Anexo I.pdfAnexo I - Entrevistas5,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Vera Lucia Vieira - Anexo II.pdfAnexo II - Documentos: artigos de jornais6,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.