???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22940
Tipo do documento: Dissertação
Título: Serviço social: cotidiano e produção de conhecimento em Angola
Autor: Isidro, Eduardo Carlos 
Primeiro orientador: Yazbek, Maria Carmelita
Resumo: O presente trabalho, com o tema “Serviço Social: cotidiano e produção de conhecimento em Angola”, foi realizado numa realidade social onde a colonização empatou e estagnou a vida, onde o fardo da guerra, por mais de 30 anos (1961-2002), deixou seus vestígios, que apresentamos ao longo da abordagem. Estes são apontados como causadores da miséria que as populações experimentam hoje. Mas acreditamos serem também consequências da compreensão parcial sobre o ser social. O método de apreensão da realidade e sua consequente organização, que orienta muitas nações e suas instituições, a criar “população - apêndice” no processo produtivo e de consumo dos bens e serviços. O quadro atual exige novas formas de fazer a ciência. O nosso trabalho, explora e identifica as possibilidades que o Serviço Social tem para a produção do conhecimento capaz de alterar ou minimizar as condições sociais, menos boas, nas quais o país está atualmente. O trabalho foi produzido em torno da teoria histórico-crítica, assumindo a produção do conhecimento como indissociável do trabalho profissional. Ilumina-o e subsidiao. Analisamos 30 depoimentos de Assistentes Sociais, nos seus espaços ocupacionais em 6 províncias de Angola, formados antes e depois da independência do país. Analisamos 36 (10%) dos TCC´s e relatórios de estágios no último ano da Graduação (2010 a 2017), dos dois institutos de formação num país de 25 milhões de habitantes. É de elevado valor a informação encontrada neste processo, por isso preferimos conservar sua originalidade para que sirva de objeto de outros olhares. Há possibilidades para o trabalho e produção de conhecimento transformador no cotidiano angolano, porque nem os autores nos documentos analisados, nem os seus discursos nos espaços ocupacionais, concordam com a direção que o país e a profissão tomou
Abstract: This work, whose theme is “Social Service: Everyday and Knowledge Production in Angola” was held in Angola, where colonization equalized and stagnated life, where the burden of war from 1961 to 2002, and its vestiges, we present here. These are pointed out as causing the misery that the populations experience today. But we believe they are consequences of partial understanding about social being. The method of apprehending reality and its use in the organization of nations and institutions can create excluded in the productive process and consumption of goods and services. Our work explores and identifies the possibiliza that the Social Service has for the production of knowledge capable of changing the social conditions in which the country is currently. The work was produced around the critical-historical theory, assuming the production of knowledge as inseparable from professional work. We analyzed 30 Social Worker testimonials in their occupational spaces in 6 provinces of Angola, formed before and after 1975. We analyzed 10% of the TCC’s and reports of internships in the last year of graduation (2010 to 2017), of the two training institutes in a country of 25 million inhabitants. We prefer to preserve the originality of the information collected so that it serves as an analysis of other views. There are possibilities for the work and production of transformative knowledge in Angolan daily life, because neither the authors in the analyzed documents nor their speeches in the occupational spaces agree with the direction that the country and the profession have taken
Palavras-chave: Serviço social - Angola
Cotidiano e conhecimento
Assistentes sociais - Prática profissional - Angola
Social service - Angola
Daily life and knowledge
Social workers - Professional practice - Angola
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Isidro, Eduardo Carlos. Serviço social: cotidiano e produção de conhecimento em Angola. 2019. 148 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22940
Data de defesa: 2-Dec-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Carlos Isidro.pdf2,8 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.