???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22817
Tipo do documento: Tese
Título: Cotidianidade e Serviço Social: o direcionamento ético-político e social da profissão
Título(s) alternativo(s): Everyday life and Social Work: the ethical-political and social direction of the profession
Autor: Brant, Nathália Lopes Caldeira 
Primeiro orientador: Yazbek, Maria Carmelita
Resumo: A realização dos valores que compõem o direcionamento ético, político e social da profissão, que têm como referência o Projeto Ético-Político profissional, efetiva-se na cotidianidade, nos diversos espaços socio-ocupacionais onde o Serviço Social intervém. A apropriação do referencial teórico-metodológico da teoria social de Marx, a partir do Movimento de Renovação no Brasil, tornou possível uma nova significação ao Serviço Social. Na investigação da produção e reprodução da vida humana, Marx constrói sua crítica à sociedade moderna e assume a perspectiva de classe do proletariado, determinando a direção social e política de sua singular contribuição. A apreensão da totalidade, com suas determinações, em movimento, e as relações sociais que a constituem, são desveladas na perspectiva ontológica-social. O ser social (em sua condição objetiva e subjetiva) tem, na categoria trabalho, a centralidade do seu processo de humanização, que oportuniza a realização das suas capacidades humanas. Foi esse arcabouço teórico que permitiu, no processo de desenvolvimento da profissão, a mudança no estatuto teórico e prático do Serviço Social, sobretudo na produção do conhecimento. A intervenção profissional se realiza na vida cotidiana, uma vez que é esse o espaço privilegiado da objetivação das singularidades do ser social e das relações sociais. Diante disso, então, fazse necessário retomar tal categoria e sua relação com o Serviço Social, na perspectiva crítica, e na dimensão profissional, com suas alternativas e possibilidades. A cotidianidade é caracterizada pela heterogeneidade, nas quais o pensamento cotidiano, no imediato, acaba por orientar a realização das ações que essa exige. Entretanto, a possibilidade de transformar a vida cotidiana e as relações que acontecem nela, supõem uma atenção que, conduzida à homogeneização, apenas é possível à práxis realizar, e que se dá apenas na suspensão do cotidiano. Nesse sentido, entende-se que os valores que compõem o direcionamento ético, político e social da profissão, ainda que se realizem na cotidianidade, precisam ser apreendidos para além do imediato dessa cotidianidade, supondo o conhecimento crítico que não se viabiliza apenas na vida cotidiana. Desse modo, buscou-se apresentar o constructo da teoria social de Marx, através das categoriais teóricas do seu pensamento, a partir do processo histórico, para dimensionar a transitoriedade da sociedade capitalista, considerando que essa sociedade nem sempre existiu e não é eterna. Bem como, a reflexão desde as protoformas, a gênese e a profissionalidade do Serviço Social, e o seu salto teórico-metodológico, após o Movimento de Renovação, com a apropriação do referencial da teoria social de Marx, na superação da herança conservadora e do sincretismo teórico. Os desafios postos para a concretização dos valores ético-morais, defendidos pelo conjunto da categoria, perpassam pela apreensão e pelas possibilidades de escolhas desses valores, no âmbito da subjetividade, bem como as condições para a sua realização, no âmbito objetivo, e na capacidade de defender o pluralismo teóricoprático, circunscrito na apreensão da cotidianidade. Para se afirmar a defesa da hegemonia do Projeto Ético Político profissional, em tempos de retomada do conservadorismo e da banalização do significado da profissão, é imperativa a defesa dos valores na perspectiva da defesa da classe trabalhadora (da qual faz parte o assistente social) e no horizonte do projeto societário emancipatório
Abstract: The values guiding the ethical, political, and social standards of social work, which have the professional ethical-political project as a touchstone, are expressed in everyday life, in the many social occupational spaces where this profession operates. Relying on Marx's social theory as a theoretical and methodological point of reference since the Renewal Movement in Brazil has made it possible for social work to have new signification. By looking into human life's production and reproduction, Marx developed his critique of modern society and adopts the proletarian class perspective, which determined the social and political direction of his unique contribution. The social-ontological perspective unveils the grasp of a moving totality, its determinations, and its constituent social relations. The social being (in both his objective and his subjective dimension) has labor at the fulcrum of his humanization, providing him the opportunity to fulfill his human capacities. This theoretical framework is what allowed the principles of theory and practice to change in social work, especially in scholarly production, as the profession developed. Our professional intervention takes place in the realm of everyday life, seeing as this is the privileged space where the unique aspects of social beings and social relations materialize. It is therefore critical to revisit this category and its relationship to social work, both from a critical perspective and from a professional standpoint—alternatives and possibilities included. Everyday life is characterized by heterogeneity, wherein, ultimately, everyday thinking guides the immediate actions everyday life demands. However, opening up the possibility to change everyday life and its intrinsic relationships requires a homogenizationoriented attention that is afforded only by praxis and is only possible when everyday life is suspended. In this sense, it is understood that, although expressed in everyday life, the values shaping the ethical, political, and social course of the profession must be grasped beyond everyday life, and the critical knowledge such grasp entails cannot be obtained in everyday life alone. With that in mind, using the theoretical categories of Marx's thinking, this work attempts to present a construct of his social theory, starting from the historical process, to gauge how transitory capitalist society is, considering that it hasn't always existed and will not last forever. Moreover, the study presents an analysis that goes back to the originating strands of social work, into its genesis and professionality, until its theoretical and methodological leap, following the Renovation Movement, with the adoption of Marx's social theory as a point of reference, to overcome theoretical syncretism and the conservative legacy. Challenges to expressing the ethical and moral values this professional community upholds include, on the subjective side, grasping said values and choosing among the possibilities they open up, and, on the objective side, being able to stand up for the theoretical and practical pluralism that the grasp of everyday life entails. To assert the authority of the ethical-political project, at a time when conservatism is on the rise and the meaning of the profession is being trivialized, it is imperative to stand by its values in terms of defending the working class (of which the social assistant is part) with an eye toward societal emancipation
Palavras-chave: Vida cotidiana
Assistentes sociais - Prática profissional
Serviço social - Filosofia
Everyday life
Social workers - Professional practice
Social work - Philosophy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Brant, Nathália Lopes Caldeira. Cotidianidade e Serviço Social: o direcionamento ético-político e social da profissão. 2019. 286 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22817
Data de defesa: 25-Oct-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nathália Lopes Caldeira Brant.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.