???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22789
Tipo do documento: Tese
Título: O trabalho de assistentes sociais no Sistema Penitenciário Paulista
Autor: Fonseca, Kely Hapuque Cunha 
Primeiro orientador: Degenszajn, Raquel Raichelis
Resumo: Esta tese teve o objetivo de analisar o processamento e a organização do trabalho de assistentes sociais no Sistema Penitenciário Paulista, buscando identificar prerrogativas legais e referenciais teórico-metodológicos que norteiam o trabalho, problematizar atribuições e competências profissionais, sistematizar requisições e respostas profissionais às necessidades e direitos da população presa e egressa, rastreando os diferentes espaços em que se desenvolve o trabalho na Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP). Para isso resgatou-se o contexto histórico de origem e desenvolvimento do sistema prisional no estado de São Paulo e a incorporação de assistentes sociais, a partir do pioneirismo dos grupos que implantaram o Serviço Social na instituição. Tendo como foco a categoria trabalho, núcleo da teoria social crítica, o caminho metodológico apoiou-se em ampla pesquisa bibliográfica, a partir da qual foi constatada a reduzida produção acadêmica sobre a temática do trabalho profissional no espaço ocupacional da prisão, daí a relevância desta tese. Por essa razão o levantamento de dados apoiou-se centralmente em extensa pesquisa documental, valendo-se de acervos históricos dos diversos órgãos que compõem o Sistema Penitenciário Paulista, bem como de fontes externas como conselho profissional, sindicatos e associações profissionais da área sociojurídica. As análises empreendidas permitiram constatar a ampliação das áreas de intervenção do Serviço Social na instituição e a importância da SAP como espaço de inserção profissional. Mas, ao mesmo tempo, foi possível apreender as tensões entre as imposições do poder institucional aos/às profissionais como trabalhadores/as assalariados/as e a direção social do projeto ético-político do serviço social, especialmente no que concerne à participação de assistentes sociais na realização do “exame criminológico” e na “entrevista de convalidação de vínculos”, temas de intensa polêmica na SAP. Concluiu-se que a superação da rotinização e da burocratização presentes no trabalho profissional exige ampliação do debate coletivo, aprofundamento teórico-metodológico dos profissionais, além do fortalecimento do debate coletivo e da organização política
Abstract: This thesis aimed to analyze the processing and work organization of social workers in the Paulista Penitentiary System, seeking to identify legal prerogatives and theoretical-methodological references that guide the work, problematize professional attributions and competences, systematize professional requests and responses to the needs and rights of the arrested and discharged population, tracing the different spaces in which work is carried out at the Secretariat of Penitentiary Administration of the State of São Paulo (SAP). For this, we rescued the historical context of origin and development of the prison system in the state of São Paulo and the incorporation of social workers, from the pioneering of the groups that implemented the Social Work in the institution. Focusing on the category work, core of the critical social theory, the methodological path was based on a broad bibliographical research, from which it was found the reduced academic production on the theme of professional work in the occupational space of the prison, hence the relevance of this. thesis. For this reason the data collection was based centrally on extensive documentary research, drawing on the historical collections of the various organs that make up the Paulista Penitentiary System, as well as external sources such as professional council, unions and professional associations in the social-legal area. The analyzes undertaken made it possible to verify the expansion of the Social Work intervention areas in the institution and the importance of SAP as a professional insertion space. But at the same time, it was possible to grasp the tensions between the impositions of institutional power on professionals as salaried workers and the social direction of the ethical-political project of social work, especially regarding the participation of social workers conducting the “criminological examination” and the “link validation interview”, topics of intense controversy at SAP. It was concluded that overcoming the routinization and bureaucratization present in professional work requires the expansion of the collective debate, the theoretical and methodological deepening of the professionals, as well as the strengthening of the collective debate and political organization
Palavras-chave: Serviço Social
Trabalho profissional
Assistentes sociais - Prática profissional
São Paulo (estado) - Secretaria de Administração Penitenciária
Social Work
Professional work
Social workers - Professional practice
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Fonseca, Kely Hapuque Cunha. O trabalho de assistentes sociais no Sistema Penitenciário Paulista. 2019. 328 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22789
Data de defesa: 4-Oct-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Kely Hapuque Cunha Fonseca.pdf6,17 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.