???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22698
Tipo do documento: Dissertação
Título: Entre a autonomia e a complacência: imbricamentos do processo de gestão e das manifestações da desproteção social no trabalho sob ordem
Título(s) alternativo(s): Between autonomy and complacency: imbrication of management processes and manifestations of social neglect in under orders social work
Autor: Costa, Raquel Cristina Serranoni da 
Primeiro orientador: Sposati, Aldaíza
Resumo: O trabalho institucional hierarquizado é necessariamente um trabalho -sob ordem - que tem, a priori, atribuições, objetivos, metas e organização definidos para a ação do profissional. O estudo, por meio da construção de Ego-História profissional da autora, prossegue com a análise documental de serviço socioassistencial de atendimento a Famílias – PAIF. Realiza ainda processo indutivo da pesquisa que explorou empiricamente o diálogo com sete profissionais - trabalhadores e gestores intermediários. Foi analisado nesse diálogo a relação do trabalho profissional sob ordem e a relação dos profissionais com os sujeitos do serviço, seus usuários, à luz dos processos de atenção que operacionalizam. A análise se dá no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF, realizada em quatro Centros de Referência de Assistência Social - CRAS de um município de porte médio, e ancora-se na convicção de que a Assistência Social no Brasil é uma política pública regulada pelo SUAS, que, por meio de suas atenções, materializa direitos socioassistenciais. Propõem-se a caracterizar padrões operativos expressos na tensa relação do trabalho institucionalizado do assistente social - sob ordem - que imbricam o processo de gestão e as manifestações singulares e coletivas da desproteção social. As revelações alcançadas pela análise do conteúdo empírico da pesquisa conformam quatro perspectivas que se destacaram para o trabalho sob ordem: o tempo confiscado, o planejamento como pacto coletivo, a aproximação com o cotidiano do sujeito e, por fim, a referência do trabalhador e do serviço
Abstract: The hierarchically driven institutional work is necessarily an under-orders job that initially has assignments, objectives, and goals and, a modus operandi defined according to the professional’s actions. This study proceeds - through the author’s professional ego-history - with the documental analysis of social assistance services provided to families – PAIF - Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (A Brazilian entity which provides protection and full time servisse to families in need of social protection). This study also carries out an inductive process of the research that has empirically explored dialogue with seven professionals - workers and middle managers. It has been analyzed in this dialogue: the relation of under-orders professional work and its professionals with the service’s subjects - the users - under the light of the attention processes they operate on. The analysis happens at PAIF and took place at four CRAS - Centros de Referência de Assistência Social (Centers for Social Assistance and Reference) located at a given middle size town and it is based on the certainty that social assistance in Brazil is a public policy regulated by SUAS, which through their attentions, make social assistance rights real. It is proposed in this work the characterization of operative patterns expressed on the very tense work relation between the social assistant and the institutionalized work (under-orders) which ends up imbricating the management processes whit sing and collective manifestations of lack of social protection. The revelations reached by the analysis of this research’s empirical content, present the four perspectives that have stood out for the under-orders job: seized amount of time, planning as a collective pact, the proximity to the subject’s daily routine and, the worker and the service’s reference
Palavras-chave: Trabalho profissional sob ordem
Proteção e Atendimento Integral à Família
Desproteção social
Under-orders job
Lack of social protection
PAIF
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Costa, Raquel Cristina Serranoni da. Entre a autonomia e a complacência: imbricamentos do processo de gestão e das manifestações da desproteção social no trabalho sob ordem. 2019. 144 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22698
Data de defesa: 24-Sep-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Raquel Cristina Serranoni da Costa.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.