???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22606
Tipo do documento: Tese
Título: Avaliação audiológica em crianças com microcefalia pela síndrome congênita do Zika vírus
Título(s) alternativo(s): Audiological evaluation in children with microcephaly due to Zika virus congenital syndrome
Autor: Rosa, Barbara Cristina da Silva 
Primeiro orientador: Lewis, Doris Ruthy
Resumo: Introdução: Em 2015, o Brasil passou por uma epidemia de microcefalia que levou o Ministério da Saúde a decretar estado de emergência até o ano de 2017. Objetivos: Essa pesquisa foi elaborada por meio de dois estudos. Estudo 1 - Verificar, por meio da revisão sistemática, os achados audiológicos das crianças com a síndrome congênita pelo Zika vírus. Estudo 2 - Caracterizar a função auditiva de crianças com microcefalia devido a síndrome congênita pelo Zika vírus. Métodos: Estudo 1 - Esta pesquisa faz parte de um projeto integrado de alterações fonoaudiológicas com cadastro no PROSPERO. A revisão sistemática seguiu as orientações do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses, não havendo restrição em relação ao ano de publicação e idioma, organizada a partir da formulação da questão clínica ''A criança com síndrome congênita pelo ZIKV apresenta alterações audiológicas?''. As bases de dados eletrônicas consultadas foram PubMed, LILACS, Scopus, Web of Science, Sciense Direct, Embase, Open Grey e Open Thesis. Sendo incluídos os estudos observacionais realizados com crianças com microcefalia pela síndrome congênita do ZIKV. Estudo 2 - Composta por quinze crianças com microcefalia pela síndrome congênita do Zika vírus. A coleta teve início em fevereiro de 2017, sendo finalizada em julho de 2018. Foram realizados os seguintes procedimentos: avaliação otorrinolaringológica e exames audiológicos: observação do comportamento auditivo e audiometria de reforço visual; imitanciometria, Emissões Otoacústicas por Estímulo Transiente, Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) por via aérea e Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável (PEAEE) com estímulo Narrow Band (NB) CE-Chirp. Resultados: Estudo 1 - Foram obtidos 348 títulos, sendo 21 artigos do Lilacs, 3 do Scielo, 16 do PubMed,49 do Scoopus, 6 do Web of Science, 249 Science Direct, nenhum no Open Grey e 4 Open Thesis. Em seguida foi realizada a exclusão dos títulos e resumos repetidos e aplicação dos critérios de inclusão. Foram obtidos 13 artigos que foram lidos na íntegra e avaliados quanto ao risco de viés pelo Joanna Briggs Institute, sendo selecionadas seis para fazer parte do escopo da pesquisa. Estudo 2 - Durante a avaliação, quatro crianças foram excluídas da amostra final. Onze crianças apresentaram, na avaliação comportamental, respostas dentro do esperado para idade, ou seja, 20dB bilateralmente para tons calibrados em campo, sendo que duas crianças conseguiram realizar a audiometria com reforço visual com fone de inserção bilateralmente. Em relação às EOAT, todas as crianças apresentaram respostas, em ambas as orelhas, dez crianças apresentavam timpanometria tipo A e uma tipo Ar. Quanto ao PEATE, oito crianças avaliadas apresentaram resultados dentro da normalidade, com nível mínimo de respostas em 20 dBNA bilateralmente. No PEAEE, seis crianças avaliadas apresentaram nível mínimo de respostas em 500Hz, 1kHz, 2kHz e 4kHz em 20dBNA bilateralmente. Foi observada forte concordância entre o PEAEE com estímulo NB CE-Chirp e a avaliação comportamental audiológica, demonstrando ser um método confiável para avaliar essas crianças de difícil diagnóstico audiológico na rotina clínica. Conclusão: Estudo 1- Esta pesquisa confirmou que as crianças com síndrome congênita pelo ZIKV podem apresentar alterações audiológicas. Estudo 2 - As crianças avaliadas não apresentaram deficiência auditiva neurosensorial
Abstract: Introduction: An outbreak of children with microcephaly occurred in Brazil in 2015. This outbreak was associated with congenital Zika virus (ZIKV) syndrome. Objectives: This research was elaborated through two studies. Study 1 - Verify, by systematic review, the audiological findings of children with congenital Zika virus syndrome. Study 2 – Characterize the auditory function of children with microcephaly due to congenital Zika virus syndrome . Methods: Study 1 - This research is part of an integrated project of speech therapy alterations registered in PROSPERO. The systematic review followed the guidelines of the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes, with no restriction regarding the year of publication and language, organized from the formulation of the clinical question "Does the child with congenital syndrome by ZIKV present audiological changes?''. The electronic databases consulted were PubMed, LILACS, Scopus, Web of Science, Sciense Direct, Embase, Open Gray and Open Thesis. Observational studies regarding children with microcephaly due to congenital ZIKV syndrome were included. Study 2 – Consisted of fifteen children with microcephaly due to the Zika virus congenital syndrome. Collection began in February 2017, ending in July 2018. All the guardians signed the free consent term for the performance of audiologic exams. The following exams were performed: otorhinolaryngological evaluation; audiological examinations: auditory behavior observation and visual reinforcement audiometry; Immittanciometry, Transient Stimulating Otoacoustic Emissions (TSOE), Brainstem Auditory Evoked Potential (BAEP) by airway and Steady-State Auditory Evoked Potential (SSAEP) with Narrow Band (NB) CE-Chirp stimulus (NB). Results: Study 1- A total of 348 titles were obtained, of which 21 were articles from Lilacs, 3 from Scielo, 16 from PubMed, 49 from Scoopus, 6 from Web of Science, 249 Science direct, none from Open Gray and 4 Open Thesis. Then, the exclusion of repeated titles and abstracts and application of the inclusion criteria were carried out. A total of 13 papers were read and evaluated for risk of bias by Joanna Briggs Institute, six of which were selected to be part of the scope of the research. Study 2 - During the study, four children were excluded from the final sample. Eleven children presented, in the behavioral evaluation, responses within the expected 20dB bilaterally regarding age for field calibrated tones, with two children being able to perform field audiometry with visual reinforcement with bilateral phone insertion. In relation to the TSOE, all children presented answers, in both ears, ten children presented type A tympanometry and one with type Ar. Regarding BAEP, the eight evaluated children had results within the normal range, with a minimum level of response at 20 dBHL bilaterally. In the SSAEP, six evaluated children had a minimum response level of 500Hz, 1kHz, 2kHz and 4kHz in 20dB bilaterally Conclusion: Study 1 - this study confirmed that children with congenital ZIKV syndrome may present hearing loss. Study 2 - The evaluated children did not present sensoryneural hearing loss
Palavras-chave: Audição
Perda auditiva
Microcefalia
Zika vírus
Hearing
Hearing loss
Microcephaly
Zika virus
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Rosa, Barbara Cristina da Silva. Avaliação audiológica em crianças com microcefalia pela síndrome congênita do Zika vírus. 2019. 79 f. Tese (Doutorado em Fonoaudiologia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22606
Data de defesa: 15-Aug-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Barbara Cristina da Silva Rosa.pdf657,49 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.