???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22038
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação foniátrica: percepção auditiva e visual em crianças com queixas de leitura e escrita
Título(s) alternativo(s): Phoniatric evaluation: auditory and visual perception in children with reading and writing complaints
Autor: Franchi, Vanessa Magosso 
Primeiro orientador: Novaes, Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby
Resumo: Introdução: O termo dificuldade de aprendizagem se refere a um grupo heterogêneo de problemas que podem afetar qualquer área do desempenho acadêmico. As falhas de aprendizagem podem estar relacionadas ao indivíduo, ao ambiente, ou a ambos. Já os chamados transtornos de aprendizagem se referem a alterações geneticamente determinadas em circuitos neurológicos específicos, sendo este termo utilizado para dificuldades na aprendizagem caracterizadas por desempenho abaixo do esperado para a idade, nível intelectual e escolaridade em aprendizes que possuam condições adequadas e contextos favoráveis à aprendizagem. O diagnóstico médico diferencial dos casos de crianças com dificuldade de aprendizagem, em leitura e escrita, é importante, tanto para definir condutas efetivas, como para a orientação familiar, haja vista os diferentes prognósticos que estas possam apresentar. Considerando que a percepção, auditiva e visual, é fundamental para o processo de aprendizagem da leitura e da escrita, este estudo pretende particularizar o desempenho de crianças com dificuldade de aprendizagem em leitura e escrita em tarefas de percepção auditiva e visual no contexto da cínica foniátrica. Objetivo: avaliar a percepção auditiva e visual em crianças com queixas de dificuldade em leitura e escrita, no contexto da avaliação clínica foniátrica. Método: Foram avaliadas 13 crianças de 8 a 12 anos de uma escola pública do estado de São Paulo, que apresentavam queixas de dificuldade de aprendizagem em leitura e escrita, em tarefas de leitura, ditado e de percepção auditiva e visual. Resultados: após a avaliação formaram-se 5 grupos baseados na compreensão de leitura. Três grupos, compostos por um total de 6 crianças, apresentaram alterações significativas em tarefas de leitura, ditado, percepção auditiva e visual e apresentaram maiores dificuldades em compreensão de leitura. Dois grupos, formados por um total de 7 crianças apresentaram menores alterações nas tarefas realizadas e apresentaram menores dificuldades em compreensão de leitura. A anamnese, tarefas de leitura com reconto, ditado de palavras e pseudopalavras, nomeação de figuras, repetição de números em ordem inversa, cópia de figuras, síntese silábica, síntese fonêmica, rima e manipulação fonêmica, mostraram maior relevância na diferenciação dos diferentes sujeitos com queixas de aprendizagem, contribuindo para o diagnóstico diferencial dos casos. Conclusões: As queixas dos pais nem sempre corresponde aos sintomas das crianças com dificuldade de aprendizagem, os antecedentes pessoais e familiares são relevantes para diferenciar crianças com maiores riscos de apresentarem transtorno específico de aprendizagem. A realização de anamnese abrangente mostrou ser de grande relevância no diagnóstico diferencial dos casos. Também tarefas de leitura com reconto, ditado de palavras e pseudopalavras, nomeação de figuras, repetição de números em ordem inversa, cópia de figuras, síntese silábica, síntese fonêmica, rima e manipulação fonêmica, revelaram aspectos relevantes para o processo de diagnóstico em crianças com queixas de dificuldade de aprendizagem em leitura e escrita
Abstract: Introduction: The term learning disability refers to a heterogeneous group of problems that can affect any area of academic performance. Learning failures may be related to the individual, the environment, or both. Already so-called learning disorders refer to genetically determined changes in specific neurological circuits, and this term is used for learning difficulties characterized by below-expected performance for age, intellectual level and schooling in apprentices with adequate conditions and learning-friendly contexts. The differential medical diagnosis of the cases of children with learning disabilities in reading and writing is important, both to define effective conducts and family orientation, given the different prognoses they may present. Considering that perception, auditory and visual are fundamental for the learning process of reading and writing, this study aims to particularize the performance of children with learning difficulties in reading and writing in tasks of auditory and visual perception in the context of the cynical phoniatric. Objective: to evaluate auditory and visual perception in children with complaints of reading and writing difficulties, in the context of phonemic clinical assessment. Methods: We evaluated 13 children aged 8 to 12 years of a public school in the state of São Paulo, who presented complaints of learning difficulties in reading and writing, in reading, dictation and auditory and visual perception tasks. Methods: Thirteen children aged 8 to 12 years were evaluated. All attended a public school in the state of São Paulo, and teacher and parents had complaints of learning difficulties in reading and writing, in reading, dictation and auditory and visual perception tasks. Results: five groups were formed based on reading comprehension. Three groups, composed of a total of 6 children, presented significant alterations in tasks of reading, dictation, auditory and visual perception and presented greater difficulties in reading comprehension. Two groups, consisting of a total of 7 children, presented fewer alterations in the tasks performed and had less difficulties in reading comprehension. Anamnesis, reading tasks with retelling, dictation of words and pseudowords, naming of figures, repetition of numbers in reverse order, copy of figures, syllabic synthesis, phonemic synthesis, rhyme and phonemic manipulation, showed greater relevance in the differentiation of the different subjects with complaints, contributing to the differential diagnosis of the cases. Conclusions: Parents' complaints do not always correspond to the symptoms of children with learning disabilities, personal and family history are relevant to differentiate children who are at greater risk of having a specific learning disorder. The anamnesis showed relevance in the differential diagnosis of the cases as well as tasks of reading with retelling, dictation of words and pseudowords, naming of figures, repetition of numbers in reverse order, copy of figures, syllabic synthesis, phonemic synthesis, rhyme and phonemic manipulation, showed relevance to the diagnostic process in children with complaints of learning difficulties in reading and writing
Palavras-chave: Foniatria
Avaliação foniátrica
Distúrbios da aprendizagem
Phoniatrics
Phoniatric evaluation
Learning disabilities
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Franchi, Vanessa Magosso. Avaliação foniátrica: percepção auditiva e visual em crianças com queixas de leitura e escrita. 2019. 128 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22038
Data de defesa: 18-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vanessa Magosso Franchi.pdf5,29 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.