???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22030
Tipo do documento: Dissertação
Título: Colecistectomia laparoscópica: é possível estratificar o risco para complicações cirúrgicas baseado em associações com variáveis sociodemográficas e clínicas?
Autor: Corradi, Matheus Bartolomei de Siqueira 
Primeiro orientador: D'Avila, Ronaldo
Resumo: A colelitíase representa a doença mais comum do trato biliar, sendo que sua prevalência pode ser superior a 10% na população adulta. Idosos, homens, diabéticos e com cirurgia em caráter de urgência, apresentam maior morbimortalidade. Este trabalho tem por objetivo associar complicações cirúrgicas de colecistectomias laparoscópicas com dados sociodemográficos e clínicos, estratificar o risco dos pacientes portadores de colecistopatia, aprimorar fluxos, planos terapêutico e cirúrgico para pacientes portadores de colelitíase e criar um Escore de Gravidade. Trata-se de estudo descritivo, transversal, retrospectivo e de abordagem quantitativa. Os dados foram obtidos por meio de revisão de 2520 prontuários eletrônicos de pacientes colecistectomizados por via videolaparoscópica no Hospital Geral de Carapicuiba (SP), entre janeiro de 2013 e março de 2017, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Foram extraídos dos prontuários as variáveis sociodemográficas e clínicas, além das complicações cirúrgicas, objetivando associá-las. Para avaliar os fatores independentes correlacionados aos desfechos de interesse, foram propostos modelos de regressão logística ajustados, em que foram consideradas, estatisticamente significantes, associações com valor de p ≤ 0,05. Mediante os resultados, foi possível propor Modelo de Estratificação de Risco e adequação dos fluxos e cuidados dos pacientes, além de criação de Escore de Gravidade. Dos 2520 participantes, 2105 eram mulheres (83,5%) e 145 (16,5%) homens, com idade média de 48,9 anos. As complicações intraoperatórias ocorreram em 206 pacientes (8,7%), sendo a principal a conversão cirúrgica (3,69%), e as pós-operatórias em 54 (2,1%). Após a análise das complicações associando com os fatores, identificamos que homens, idosos, diabéticos, pacientes com múltiplas cirurgias prévias e tendo realizado cirurgia de urgência (odds ratio de 26,7) são aqueles que apresentaram diferença estatisticamente significante nos modelos não ajustado e ajustado, para complicações cirúrgicas. As complicações aumentam significantemente em idosos com diabetes (chegando a 33,1% entre a faixa de 70-79 com diabetes). Concluindo, é possível estratificar o risco de portadores de colecistopatia e, consequentemente, aprimorar fluxos e planos terapêuticos para tratamento desses pacientes. Além disso, foi possível criar Escore de Gravidade baseado na associação entre complicações cirúrgicas de colecistectomias laparoscópicas e dados sociodemográficos e clínicos
Abstract: Cholelithiasis is the most common biliary tract disease, with a prevalence of more than 10% in the adult population. Elderly, men, diabetics and with emergency surgery present greater morbidity and mortality. The objective of this study is to associate surgical complications of laparoscopic cholecystectomies with sociodemographic and clinical data, to stratify the risk of patients with cholecystitis, to improve flow, therapeutic and surgical plans for patients with cholelithiasis and to create a Severity Score. This is a descriptive, cross-sectional, retrospective and quantitative study. Data were obtained by reviewing 2520 electronic medical records of cholecystectomized patients via the videolaparoscopic approach at the General Hospital of Carapicuiba (SP) between January 2013 and March 2017, after approval by the Research Ethics Committee. Sociodemographic and clinical variables were extracted from the medical records, besides surgical complications in order to associate them. To evaluate the independent factors correlated to the outcomes of interest, adjusted logistic regression models were proposed, where associations with p ≤ 0.05 values were considered statistically significant. Through the results it was possible to propose a Risk Stratification Model and adequacy of the patients' flows and care, in addition to creating a Severity Score. Of the 2,520 participants, 2105 were women (83.5%) and 145 (16.5%) men, with a mean age of 48.9 years. Intraoperative complications occurred in 206 patients (8.7%), being the main one the surgical convertion (3,69%), and postoperative complications in 54 (2.1%). After analyzing the complications associated with the factors, we identified that men, elderly, diabetic, patients with multiple previous surgeries and having had emergency surgery (odds ratio of 26.7) are those that presented a statistically significant difference in the non-adjusted and adjusted models complications. Complications increase significantly in the elderly with diabetes (reaching 33.1% in the 70-79 range with diabetes). In conclusion, it is possible to stratify the risk of patients with cholecystitis and, consequently, to improve the flow and therapeutic plans for the treatment of these patients. In addition, it was possible to create Severity Score based on the association between surgical complications of laparoscopic cholecystectomies and sociodemographic and clinical data
Palavras-chave: Colecistectomia
Colelitíase
Cálculos biliares
Cirurgia laparoscópica - Complicações e sequelas
Cholecystectomy
Cholelithiasis
Gallstones
Laparoscopic surgery - Complications
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Corradi, Matheus Bartolomei de Siqueira. Colecistectomia laparoscópica: é possível estratificar o risco para complicações cirúrgicas baseado em associações com variáveis sociodemográficas e clínicas?. 2018. 64 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22030
Data de defesa: 14-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Matheus Bartolomei de Siqueira Corradi.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.