???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21898
Tipo do documento: Dissertação
Título: Remuneração variável no serviço público
Autor: Marin, Lauro Kuester 
Primeiro orientador: Nogueira, Arnaldo José França Mazzei
Resumo: Com a crise econômica e financeira que se abateu no Mundo a partir de 2008, e no Brasil com mais intensidade a partir de 2014, reduzindo os recursos para a prestação de serviços públicos e para financiamento do Estado, e, mesmo antes, a partir de crises econômicas iniciadas no século XX, o serviço público tem procurado na iniciativa privada modelos de gestão que diminuam os custos da manutenção da máquina pública, que aprimorem a prestação de serviços e criem na gestão de pessoas incentivos a aumento de produtividade, associados à satisfação no ambiente de trabalho e comprometimento com os resultados dos serviços entregues. A remuneração variável é um destes modelos trazidos da inciativa privada para o serviço público que tem sofrido muita contestação nas últimas décadas (OCDE, 2005; PERRY; ENGBERS; JUN, 2009; BOWMAN, 2010; WEIBEL; ROSK; OSTERLOH, 2010), porém, que ainda mantém nos governos de países subdesenvolvidos, como o Brasil, uma atração como modelo de remuneração de pessoas que traria bons resultados. O Estado de São Paulo adotou em grande parte das carreiras de seu funcionalismo a remuneração variável vinculada a metas coletivas de produtividade a partir do ano de 2008, e no presente ano – 2018 – completam-se dez anos de sua implantação, motivo pelo qual a presente pesquisa investigou seus impactos segundo a opinião dos gestores dos servidores afetados e seus representantes classistas, para verificar se ela é uma alternativa para melhorar a prestação de serviços públicos e se também é uma forma de remuneração que traria aos servidores maior satisfação pessoal e comprometimento no trabalho. Os resultados da pesquisa, com entrevistas em trinta e seis servidores, mostraram que ela não promoveu uma maior produtividade nos últimos dez anos nas cinco carreiras pesquisadas (Três da Secretaria da Educação, uma da Secretaria de Segurança Pública e uma da Secretaria da Fazenda), e que também não promoveu melhora na satisfação pessoal dos servidores no ambiente de trabalho e comprometimento com os resultados. Porém, verificou-se que ela conseguiu mudar o foco dos servidores de processos burocráticos, que se constitui em grande problema na administração pública, para resultados, que é o que realmente interessa à sociedade
Abstract: With the economic and financial crisis that has hit the world since 2008 and in Brazil with more intensity starting in 2014, reducing the resources for the provision of public services and for financing the functioning of the State and even before, from the economic crises that began in the twentieth century, the public service has sought private management models that reduce the costs of maintaining the public machine, improve service delivery, and create incentives for satisfaction in the work environment and commitment to the results of delivered services. The variable remuneration is one of these models brought from the private initiative to the public service, which has had a lot of contestation in the last decades (OECD, 2005, PERRY, ENGBERS, JUN, 2009; BOWMAN, 2010; WEIBEL, ROSK, OSTERLOH, 2010) but still holds in the governments of underdeveloped countries such as Brazil, an attraction as a model of compensation for people that would bring good results. The State of São Paulo has adopted in large part the careers of its staff members the variable compensation linked to collective goals of productivity starting in 2008, and in the present year - 2018 - ten years of its implementation are completed, which is why This research investigated its impacts according to the opinion of the managers of the affected servers and their class representatives, to verify if it is an alternative to improve the provision of public services and if it is also a form of remuneration that brings to the servers greater personal satisfaction and commitment in the job. The results of the research, with interviews in thirty-six servers, showed that it did not promote greater productivity in the last ten years in the five careers surveyed (Three from the Education Department, one from the Public Security Secretariat and one from the Treasury Department) and which also did not promote improvement in the personal satisfaction of the servers in the work environment and commitment to the results. However, it was verified that it managed to change the focus of the bureaucratic process servers, which constitutes a great problem in public administration, for results, which really matters to society
Palavras-chave: Remuneração variável
Serviço público - Produtividade do trabalho
Metas em administração de pessoal
Variable remuneration
Civil service - Labor productivity
Goal setting in personnel management
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Marin, Lauro Kuester. Remuneração variável no serviço público. 2018. 212 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21898
Data de defesa: 18-Dec-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lauro Kuester Marin.pdf1,79 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.