REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/21845
Tipo: Dissertação
Título: A heroína na arquitetura transacional de Senhora
Título(s) alternativo(s): The heroine in the transactional architecture of Senhora
Autor(es): Almeida, Débora Cristina de
Primeiro Orientador: Darin, Leila Cristina de Melo
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo verificar como o discurso de Aurélia Camargo, heroína do romance Senhora (1875), de José de Alencar, relaciona-se com o discurso das outras personagens da narrativa, bem como quais as consequências dessa relação para o processo de construção ideológica da heroína e a transfiguração desse processo na estrutura textual do romance. Iniciando com a apresentação de Aurélia à luz de diferentes teorias sobre a construção da personagem de ficção, seguida de um brevíssimo panorama do imaginário feminino no romance brasileiro do século XIX e de nossas considerações sobre os arquétipos femininos nos romances de José de Alencar, o presente trabalho culmina com uma proposta de leitura do romance. Embasada pela crítica sociológica de Roberto Schwarz e pelos preceitos de Bakhtin a respeito da exotopia e do heterodiscurso romanesco, nesta análise são tecidas considerações sobre a transformação ideológica de Aurélia Camargo com o intuito de relacioná-la ao desenvolvimento do enredo uma vez que seu processo de formação ideológica atua como força centrípeta do esquema narrativo desse romance
Abstract: The present dissertation aims at verifying how Aurelia Camargo’s discourse, heroine of the novel Senhora (1875), written by José de Alencar, relates to the discourse the other characters, as well as the consequences of this relation to the process of ideological construction of the heroin and the representation of this process in the structure of the novel. By commencing with the presentation of Aurelia in the light of different theories on the construction of the fictional character, we move on to an overview of the feminine imaginary in the Brazilian 19th century novel and then to considerations about the female archetypes in Jose de Alencar’s novels. The present study, then, culminates with the analysis of the aforementioned novel. Based on Robert Schwarz’s sociological critics and Bakhtin’s ideas concerning the exotopy and the heterodiscourse in the novel, this analysis presents some considerations about the ideological transformation Aurelia Camargo goes through with the intent of relating it to the development of the plot since her process acts as a centripetal force over the novel’s narrative scheme
Palavras-chave: Alencar, José de [1829-1877] - Senhora - Crítica e interpretação
Camargo, Aurélia (Personagem ficticio)
Mulheres na literatura
Heroínas na literatura
Alencar, José de [1829-1877] - Senhora - Criticism and interpretation
Camargo, Aurélia (Fictitious character)
Women in literature
Heroines in literature
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Almeida, Débora Cristina de. A heroína na arquitetura transacional de Senhora. 2018. 140 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21845
Data do documento: 12-Dez-2018
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Débora Cristina de Almeida.pdf683,66 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.