???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21630
Tipo do documento: Dissertação
Título: Taxonomia de Bloom como ferramenta para avaliação da aprendizagem em um curso de medicina que utiliza métodos ativos de aprendizagem
Título(s) alternativo(s): Bloom's taxonomy as a learning evaluation tool in a medical course using active learning methods
Autor: Machado, Durvalino Vieira 
Primeiro orientador: Sampaio Neto, Luiz Ferraz de
Resumo: Introdução: Esta pesquisa buscou analisar o uso da Taxonomia de Bloom por estudantes de medicina, na Unidade Curricular Módulo Tutorial durante a progressão destes, do primeiro ao oitavo períodos. Objetivo: Avaliar os verbos utilizados pelos estudantes na construção de seus objetivos de aprendizagem. Metodologia: Pesquisa do tipo transversal, descritiva e retrospectiva de abordagem quantitativa. A amostra não probabilística de conveniência foi composta por 511 mapas conceituais referentes a oito semestres letivos, de 2013-2 a 2017-1, onde encontravam-se registrados os objetivos de aprendizagem. Os dados foram registrados na plataforma web em Excel (Portal Action) do Software Google Forms. Foram incluídos 3.480 itens enquadrados como verdadeiramente objetivos de aprendizagem, submetidos à análise estatística descritiva com média e desvio padrão; análise inferência a 5% de Pearson para dados com distribuição normal; Teste de Kolmogorov-Smirnov com nível de significância de 5% de normalidade para dados não normais, além de Análise de Kruskal Wallis para comparação das médias das categorias de aprendizagem. A análise estatística e os gráficos foram confeccionados em Software Excel, IBM SPSS estatistics versão 222, 2013 e GraphPad Prism, versão 5, 2007. Resultados: Apontam para amostra homogênea com média dispersão sendo o coeficiente de variação dos mapas realizados de 17,58% e os encontrados de 21,29%; os dados referentes aos mapas realizados e os encontrados possuem distribuição não paramétrica (valor-p= 0,046 e valorp= 0,013 respectivamente). A categoria ‘Conhecimento’ foi composta por 912 (26,20%) verbos do total; a categoria ‘Compreensão’ foi composta pelo maior número de verbos 2.371 (68,13%); a categoria ‘Aplicação’ por 17 (0,48%); a categoria ‘Análise’ por 167 (4,79%); a categoria ‘Síntese’ por 7 (0,20%) e a categoria ‘Avaliação’ por 6 (0,17%) verbos. A média semestral de verbos utilizados pelos estudantes é de 435 (±55,94). Nas categorias ‘Conhecimento’ e ‘Compreensão’ os estudantes utilizaram grande quantidade dos verbos conhecer e compreender, os quais não encontram-se na lista apresentada por Bloom. Conclusão: Houve crescimento progressivo na utilização de verbos da taxonomia, pelos estudantes, das categorias menos complexas para as mais complexas, com maior evidência no sétimo e oitavo períodos, conforme progrediam no curso. Conclui-se pela necessidade de capacitação docente e discente para a utilização da Taxonomia de Bloom, como otimizadora do uso do método. Infere-se que o uso de verbos das categorias ‘Conhecimento’ e ‘Compreensão’ decorre da grande quantidade de conteúdos curriculares inéditos ao longo da matriz curricular, apesar do desenho em espiral desta e transversalidade da Unidade Curricular investigada
Abstract: Introduction: This research analyzed the use of the Bloom Taxonomy by medical students in the Tutorial Module Course Unit during the progression of these students from the first to the eighth period. Objective: To evaluate the verbs used by the students in their learning objectives construction. Methodology: Cross-sectional, descriptive, retrospective and quantitative approach study. The non-probabilistic convenience sample was composed of 511 concept maps referring to eight academic semesters, from 2013-2 to 2017-1, where the learning objectives were recorded. The data was recorded on the Excel web platform (Portal Action) of the Google Forms Software. There were included 3.480 items classified as truly learning objectives, submitted to descriptive statistical analysis with average and standard deviation; Pearson's inference analysis at 5% for normal distribution data; Kolmogorov-Smirnov test with 5% normality level significance for non-normal data, in addition to Kruskal Wallis analysis for comparison of learning categories averages. Statistical analysis and graphs were compiled in Excel Software, IBM SPSS statistics 222 version, 2013 and GraphPad Prism, 5 version, 2007. Results: The data point to homogeneous sample with average dispersion, being the variation coefficient of the maps performed of 17.58% and those found of 21.29%; the data related to the maps performed and those found have a non-parametric distribution (p-value = 0.046 and p-value = 0.013, respectively). The 'Knowledge' category was composed by 912 (26.20%) verbs of the total; the 'Understanding' category was composed by the largest number of verbs 2,371 (68.13%); the 'Application' category was composed by 17 (0.48%); the 'Analysis' category by 167 (4.79%); the 'Synthesis' category by 7 (0.20%) and the 'Assessment' category by 6 (0,17%) verbs. The semester average of verbs used by the students was 435 (± 55.94). In the 'Knowledge' and 'Understanding' categories the students used a large amount of the verbs known and understood, which are not on the list presented by Bloom. Conclusion: There was a progressive increase in the students’ use of taxonomy verbs from the less complex to the more complex categories, with higher evidence in the seventh and eighth periods, as the course progressed. It was concluded the need of teacher and student training to use the Bloom Taxonomy as an optimizer of the method’s use. It was inferred that the use of verbs of the 'Knowledge' and 'Understanding' categories stems from the great amount of curricular contents unpublished throughout the curricular matrix, although the spiral design and transversality of the investigated Curricular Unit
Palavras-chave: Educação médica
Aprendizagem baseada em problemas
Avaliação educacional
Educação - Finalidades e objetivos
Medical education
Problem-based learning
Education - Evaluation
Education - Aims and objectives
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Machado, Durvalino Vieira. Taxonomia de Bloom como ferramenta para avaliação da aprendizagem em um curso de medicina que utiliza métodos ativos de aprendizagem. 2018. 79 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21630
Data de defesa: 25-Sep-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Durvalino Vieira Machado.pdf3,73 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.