Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21582
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorLamberti, Renata Sant’Anna-
dc.contributor.advisor1Silva, Maria Cecília Pérez de Souza e-
dc.date.accessioned2018-11-12T10:56:43Z-
dc.date.issued2018-09-18-
dc.identifier.citationLamberti, Renata Sant’Anna. Pixo, logo existo: vozes de pixadores da cidade de São Paulo. 2018. 138 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/21582-
dc.description.resumoEstudiosos do meio ambiente artificial, isto é, do espaço urbano habitável que afetado pela atividade humana corresponde ao conceito de cidade, consideram a pichação – com ch – uma das principais fontes de poluição visual desse tipo de ambiente. Esta visão tem sido compartilhada por estudiosos de diversas áreas do conhecimento e também por cidadãos comuns. Refutando tal visão homogênea, construída em torno de algumas intervenções urbanas, principalmente da prática da pichação, da pixação e do grafite na cidade de São Paulo, esta dissertação tem como objetivo depreender a maneira pela qual, por meio do discurso, o pixador se reconhece como sujeito, se identifica, traduz seu Outro e, com isso, contribui para que a prática da pixação seja pensada de modo diferente de outros fenômenos originados no meio urbano. Para tanto, tomou-se como objeto de análise o documentário PIXO (2009), produzido pelos irmãos João Wainer e Roberto T. Oliveira e, do ponto de vista teórico, recorreu-se à perspectiva enunciativo-discursiva, assim como feito por Dominique Maingueneau em sua obra clássica Gênese dos discursos (2008a), na qual o autor propõe princípios sobre o funcionamento dos discursos. O primeiro deles, o primado do interdiscurso sobre o discurso, implica uma visão do interdiscurso como anterior e constitutivo do discurso. A esse princípio, articula-se o da semântica global, segundo o qual todas as dimensões da textualidade discursiva estão integradas. Esses dois princípios dão sustentação à proposta do autor; os demais, entre os quais se integra a prática intersemiótica, focada na produção discursiva não verbal (das artes plásticas, pictórica, musical etc.), decorrem desses fundamentos. Por fim, mobilizado o arcabouço teórico-metodológico sobre o corpus de referência deste estudo e reconhecidos alguns dos discursos que permeiam a prática urbana da pixação, a análise final aponta para algo frequentemente colocado em discussão pelos próprios pixadores: o ato de pixar mantém relação direta com a visibilidade reivindicada por uma comunidade que se vê à margem de uma organização social regulada por representações construídas e sustentadas na e pela cidade de São Paulopor
dc.description.abstractSome scholars of the artificial environment, i.e. of the habitable urban space which after being affected by human activity corresponds to the concept of city, consider the graffiti one of the main sources of visual pollution in this type of environment. This perspective has been shared by scholars from various areas of knowledge and also by ordinary citizens. In rejection of such homogeneous perspective related to some urban interventions, mainly to the practice of graffiti tag, murals and other forms of street art in São Paulo, this dissertation aims to understand the way by which, through discourse, the taggers recognizes himself as subject, identifies himself, and translates his Other. Thus, it contributes to the practice of graffiti tag to be considered in a perspective different from others phenomena originated in urban environment. For that purpose, the object of analysis was the documentary PIXO (2009), produced by the brothers JoãoWainer and Roberto T. Oliveira. The theoretical framework used was in the enunciative and discursive perspective, as suggested by Dominique Maingueneau in his classical work Genesis of Discourses (2008a) in which the author proposes principles on the functioning of discourses. The first of them, the primacy of interdiscourse over discourse, implies a view of interdiscourse as anterior and constitutive of discourse. To this principle it is articulated that of global semantic according to which all dimensions of discursive textuality are integrated. These two principles support the author's proposal; all the others, including the intersemiotic practice, focused on non-verbal discursive production (from plastic arts, pictorial, musical etc.), are based on these foundations. Finally, as the theoretical-methodological framework on the reference corpus of this study are mobilized and some discourses that permeate graffiti tag practice are recognized, the final analysis points out something often discussed by the taggers themselves: the practice of graffiti tag has a direct relationship with the visibility claimed by a community that lies on the margins of a social organization regulated by representations built and supported in and by the city of São Pauloeng
dc.description.provenanceSubmitted by Filipe dos Santos (fsantos@pucsp.br) on 2018-11-12T10:56:43Z No. of bitstreams: 1 Renata Sant_Anna Lamberti.pdf: 3504466 bytes, checksum: fcd6b074f75a4e873a008f02decf05dc (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-11-12T10:56:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Renata Sant_Anna Lamberti.pdf: 3504466 bytes, checksum: fcd6b074f75a4e873a008f02decf05dc (MD5) Previous issue date: 2018-09-18eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/47216/Renata%20Sant_Anna%20Lamberti.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFaculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artespor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagempor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectGrafitos - São Paulo (cidade)por
dc.subjectArte de ruapor
dc.subjectPixaçãopor
dc.subjectJuventude - São Paulo (cidade) - Atitudespor
dc.subjectSemânticapor
dc.subjectGraffiti - (São Paulo, Brazil)eng
dc.subjectStreet arteng
dc.subjectYouth - (São Paulo, Brazil) - Attitudeseng
dc.subjectSemanticseng
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADApor
dc.titlePixo, logo existo: vozes de pixadores da cidade de São Paulopor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renata Sant_Anna Lamberti.pdf3,42 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.