???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21461
Tipo do documento: Dissertação
Título: Condições de trabalho e distúrbio de voz em professores da rede estadual de ensino da cidade de Manaus, Amazonas, Brasil
Título(s) alternativo(s): Working conditions and voice disturbance in teachers of public education in the city of Manaus, Amazonas, Brazil
Autor: Dias, Ivy Roberta Martins 
Primeiro orientador: Ferreira, Léslie Piccolotto
Resumo: Introdução - na profissão docente, a voz é fator relevante para a atuação do professor em sala de aula, especialmente como componente constitutivo da identidade do professor como trabalhador. O professor está entre os profissionais da voz com maior ocorrência de queixas e distúrbio de voz ocasionados pelo uso da voz em contexto inadequado quer do ambiente, quer da organização do trabalho. Objetivos - analisar a ocorrência de distúrbio de voz entre os professores da rede estadual de ensino de Manaus - AM e verificar sua associação com características demográficas, funcionais, do ambiente e da organização do trabalho. Métodos - pesquisa observacional e transversal, em que participaram professores do ensino fundamental e médio da rede estadual de ensino da cidade de Manaus. Por meio de cálculo estatístico foi considerada uma amostra estratificada, composta por sete estratos, cada um advindo de uma das coordenadorias distritais de Manaus. A amostragem foi feita por conglomerado, onde as escolas sorteadas, e todos os professores dessas escolas, deveriam ser entrevistados. Foi respeitada a ordem de sorteio para escolas de cada coordenadoria. Os participantes responderam aos instrumentos impressos: Condição de Produção Vocal-Professor e Índice de Triagem para Distúrbio de Voz. A análise descritiva dos dados foi feita por meio das médias, desvios-padrão, valores mínimos e máximos das variáveis quantitativas e dos valores absolutos e proporções para as variáveis qualitativas. Para avaliação dos fatores associados ao distúrbio de voz foram utilizados os testes de associação qui-quadrado e exato de Fisher para variáveis categóricas. Resultados - participaram do estudo 453 professores, distribuídos em 39 escolas, 310 do sexo feminino (68,4%), idade entre 41,3 anos, 46,8% com tempo de profissão em média de 12,8 anos e 54,1% atuando em uma única escola. A característica do ambiente de trabalho com prevalência mais elevada de inadequação foi a presença de ruído na escola (80,6%), e na organização do trabalho, a presença de estresse (87,4%). Os sintomas com prevalências mais frequentes foram garganta seca (59,6%), rouquidão (58,7%), e cansaço ao falar (50,8%). A presença de distúrbio de voz esteve presente em 46,1% dos professores. Os fatores associados à essa presença foram: variáveis demográficas: sexo feminino, idade mais jovem, estado civil sem alguma forma de união; variáveis funcionais: nenhuma; variáveis do ambiente de trabalho: condições inadequadas quanto a: ruído, intensidade do ruído, ausência de local adequado para descanso; e variáveis da organização do trabalho: condições inadequadas quanto a: ritmo de trabalho estressante, repetitividade no trabalho, e todas as variáveis vinculadas a situações de violência na escola. Conclusões - este estudo demonstrou alta prevalência de distúrbio de voz entre os professores da rede estadual de ensino de Manaus e que fatores como presença de ruído na escola, intensidade do ruído, estresse e presença de situações de violência estão diretamente associados ao distúrbio de voz encontrado nesses professores
Abstract: Introduction - in the teaching profession, voice is a relevant factor for the teacher's performance in the classroom, especially as a constituent component of the teacher's identity as a worker. The teacher is among voice professionals with greater occurrence of complaints and voice disturbance caused by the use of voice in an inadequate context, either the environment or the work organization. Objectives - to analyze the occurrence of voice disturbance among the teachers of the state school of Manaus - AM and verify its association with demographic, functional, environmental and work organization characteristics. Methods - observational and cross - sectional research, in which teachers from elementary and middle school of the state teaching network of the city of Manaus participated. A stratified sample, composed of seven strata, each coming from one of the district coordinates of Manaus, was considered by statistical calculation. Sampling was done by conglomerate, where the schools drawn, and all teachers of those schools, were to be interviewed. The order of draw for schools of each coordination was respected. Participants answered the printed instruments: Vocal-Teacher Production Condition and Voice Disorder Screening Index. The descriptive analysis of the data was done through the means, standard deviations, minimum and maximum values of the quantitative variables and the absolute values and proportions for the qualitative variables. The chi-square and Fisher exact association tests were used for categorical variables to assess factors associated with voice disorders. Results - 453 teachers participated in the study, distributed in 39 schools, 310 female (68.4%), aged 41.3 years, 46.8% with a mean of 12.8 years and 54.1 % working in a single school. The characteristics of the work environment with the highest prevalence of inadequacy were the presence of noise in the school (80.6%) and in the work organization, the presence of stress (87.4%). The most frequent symptoms were dry throat (59.6%), hoarseness (58.7%), and fatigue on speech (50.8%). The presence of voice disorder was present in 46.1% of teachers. Factors associated with this presence were: demographic variables: female gender, younger age, marital status without some form of union; functional variables: none; work environment variables: inadequate conditions for: noise, noise intensity, absence of adequate rest space; and variables of work organization: inadequate conditions regarding: stressful work pace, repetitiveness at work, and all variables linked to situations of violence in the school. Conclusions: This study demonstrated a high prevalence of voice disturbance among teachers in the Manaus state school system, and factors such as presence of noise in school, noise intensity, stress and presence of violence are directly associated with the voice disorder found in these teachers
Palavras-chave: Distúrbios da voz
Saúde do trabalhador
Professores - Saúde ocupacional
Voz - Cuidado e higiene
Voice disorders
Worker's health
Teachers - Occupational health
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Dias, Ivy Roberta Martins. Condições de trabalho e distúrbio de voz em professores da rede estadual de ensino da cidade de Manaus, Amazonas, Brasil. 2018. 88 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21461
Data de defesa: 31-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ivy Roberta Martins Dias.pdf1,92 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.