REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/2140
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorIsidório, Maria Socorro-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4236336J2por
dc.contributor.advisor1Brito, Ênio José da Costa-
dc.date.accessioned2016-04-25T19:21:05Z-
dc.date.available2010-07-29-
dc.date.issued2010-05-11-
dc.identifier.citationIsidório, Maria Socorro. Santo Rio São Francisco: religiosidade popular na sacralidade do Rio São Francisco no imaginário dos pescadores do Sertão dos Gerais. 2010. 213 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/2140-
dc.description.resumoEste trabalho examinou a religiosidade popular de pescadores idosos ribeirinhos de Januária, Norte de Minas Gerais, vivenciada no rio São Francisco, com o objetivo de entender o imaginário da mística do rio. A base de dados foi constituída por bibliografias históricas, teóricas, literárias e pelo trabalho de campo na Comunidade dos Pescadores. Para o levantamento dos dados humanos, nos fundamentamos na história oral, metodologia que considera os relatos orais dos sujeitos pesquisados, documentos vivos e originais. Essa metodologia privilegia os sujeitos que não aparecem na história oficial e busca levantar coletivamente um edifício histórico a partir de uma base oral, cimentada pela história vista de baixo. Para interpretar e compreender essa mística das águas, expressada em uma linguagem simbólica, recorremos à fenomenologia, método de investigação da consciência e de interpretação dos seus significados, entendendo que a consciência do mundo é a condição de uma possível consciência de si mesmo. Através dessa abordagem procura-se compreender os fenômenos captados e elaborados pela percepção, a imaginação, os sonhos, os devaneios e a poética, por uma consciência que sempre visa captar a essência mesma das coisas. Essa consciência do mundo mostrou uma ponta de um fio da tecelagem da auto-percepção e da construção de identidade. Para compreender esse duplo movimento, que não é bipolar, recorremos à teoria da imaginação simbólica e da construção de identidade. Nessas teorias constatamos que o simbolismo está vinculado ao fenômeno religioso vivenciado pelo homem e que tal experiência é a base de construção/afirmação de identidade. A partir dessas análises, concluímos que as vivências dos pescadores no rio São Francisco transcenderam a atividade da pescaria, dinamizando o imaginário simbólico destes sujeitos e redimensionando suas visões de mundo e de si mesmospor
dc.description.abstractThis dissertation analyzes the popular religiosity experienced by the old fishermen from Januária, a city in the north of Minas Gerais, in an attempt to understand certain sacred manifestations in the water of São Francisco river. Such religious experience was a significant foundation for constructing the identity of these men and their wives. The database consisted of the analytical historiography of Minas Gerais in regards to the State s dichotomic civilization process, as well as of interviews made with those fishermen. Oral history was used because it takes into account the histories of those men who had been excluded from capitalism and the official history. To comprehend the mystic of these waters, expressed in a symbolic language, we have used phenomenology. We have examined the construction of these fishermen s identity, which was established on contradictory historical basis, but erected in a body-soul unit solidified by sacred forceseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/3361/Maria%20Socorro%20Isidorio.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentCiências da Religiãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religiãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectImagináriopor
dc.subjectReligiosidade popularpor
dc.subjectIdentidadepor
dc.subjectPopular imaginaryeng
dc.subjectPopular religiositieseng
dc.subjectIdentitieseng
dc.subjectDevocoes diariaspor
dc.subjectReligiosidadepor
dc.subjectPescadores -- Januaria, MG -- Usos e costumespor
dc.subjectSao Francisco, Rio, Vale, (MG e AL) -- Usos e costumespor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIApor
dc.titleSanto Rio São Francisco: religiosidade popular na sacralidade do Rio São Francisco no imaginário dos pescadores do Sertão dos Geraispor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Socorro Isidorio.pdf84,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.