???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21298
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo acústico da fala traqueoesofágica
Autor: Reis, Nathália dos 
Primeiro orientador: Camargo, Zuleica Antônia de
Resumo: Esta pesquisa integra o campo das investigações da fala alaríngea com respaldo do campo da Fonética Acústica. Apresentou como objetivos analisar, do ponto de vista acústico, a qualidade da fala traqueoesofágica e as características das consoantes oclusivas, e das vogais adjacentes, produzidas por falantes alaríngeos com PTE. De um grupo inicial de 22 sujeitos (17 laringectomizados totais e 05 não submetidos a tratamentos para o câncer de laringe), 15 compuseram os grupos estudados da seguinte maneira: grupo ALA (10 falantes alaríngeos com PTE, distribuídos em grupos: ALAa: cinco falantes; idade ± 64 anos e ALAb: cinco falantes; idade ± 57 anos) e grupo LAR (cinco falantes laríngeos; idade ±47 anos). O procedimento de coleta dos dados (audiogravações) foi realizado no ambulatório de Laringectomizados do Setor de Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e no Laboratório Integrado de Análise Acústica e Cognição da PUC-SP. O corpus da pesquisa consistiu de seis palavras com a estrutura CVCV (Consoante – Vogal – Consoante oclusiva- Vogal), dissílabas e paroxítonas inseridas em sentença veículo. Para atender aos objetivos, foram elaborados dois instrumentos de análise: um Sistema de Classificação Acústica da Qualidade da Fala Traqueoesofágica e um script, aplicável ao software PRAAT, para extração de medidas acústicas de consoantes oclusivas, com destaque para as informações relativas ao contraste de vozeamento (conjunto de 44 medidas relativas à duração, à frequência fundamental e de formantes, e à intensidade das consoantes e das vogais adjacentes). Os resultados foram analisados por meio de procedimentos de estatística descritiva e de análise multivariada (Analise Discriminante e Analise de Componentes Principais). O Sistema de Classificação Acústica da Qualidade da Fala Traqueoesofágica revelou três dimensões relevantes, em ordem decrescente de influência: medidas características da fonte de sonoridade (harmônicos); das ressonâncias do trato vocal (formantes) e da fonte de ruído transiente das consoantes oclusivas e de vogais adjacentes. Tais dimensões pautaram a subdivisão do grupo de falantes ALA (ALAa: qualidade acústica da fala traqueoesofágica nos limites superiores e ALAb: limites médios e inferiores). As amostras de fala dos subgrupos ALAa e ALAb revelaram limitação da frequência máxima de harmônicos, em relação ao grupo LAR, além de aumento de medidas duracionais e de percentual de vozeamento em segmentos não vozeados, em maior proporção no subgrupo ALAb. As variáveis influentes referiram-se a medidas de harmônicos e aquelas relativas à fase de oclusão. Para análise discriminante do contraste de vozeamento, considerando-se os pares por ponto de articulação, os percentuais de classificação foram 89,29% nos sons bilabiais, 93,06% nos sons alveolares e 86,75% nos sons velares. Os achados acústicos revelaram uma vasta gama de mobilizações desenvolvidas pelos falantes alaríngeos na busca do cumprimento da meta de produção de fala articulada e inteligível
Abstract: This research integrates the field of the investigations of the alaryngeal speech with support of the field of Acoustic Phonetics. The aim of this study was to analyze, from an acoustic point of view, the quality of the tracheoesophageal speech and the characteristics of the stops consonants and the adjacent vowels produced by the APE. From an initial group of 22 subjects (17 total laryngectomized and 05 not submitted to treatments for laryngeal cancer), 15 comprised the groups studied as follows: ALA group (10 albedo speakers with PTE, distributed in groups: ALAa: five speakers, age ± 64 years and ALAb: five speakers, age ± 57 years) and LAR group (five laryngeal speakers, age ± 47 years). The data collection procedure (audio recordings) was performed at the Laryngectomized Outpatient Clinic of the Head and Neck Surgery Sector of the Medical School of Ribeirão Preto and at the Integrated Laboratory of Acoustic Analysis and Cognition of PUC-SP. The corpus of the research consisted of six words with the structure CVCV (Consonant - Vowel - Stop Consonant - Vowel), disyllables and paroxitones inserted in a vehicle sentence. In order to meet the objectives, two instruments of analysis were elaborated: a System of Acoustic Classification of the Quality of the Tracheoesophageal Speech and a script, applicable to the PRAAT software, for extracting acoustic measures of stop consonants, highlighting the information regarding voicing contrast (set of 44 measures related to duration, fundamental and formants frequency, and the intensity of adjacent consonants and vowels). The results were analyzed by means of descriptive statistics and multivariate analysis (Discriminant Analysis and Principal Component Analysis). The Quality Acoustic Classification System of Tracheoesophageal Speech revealed three relevant dimensions, in descending order of influence: measures characteristic of the sonority source (harmonics); the vocal tract resonances (formants) and the source of transient noise of stop consonants and adjacent vowels. These dimensions were the subdivision of the ALA speakers group (ALAa: acoustic quality of upper tracheoesophageal speech and ALAb: mean and lower limits). Speech samples from the ALAa and ALAb subgroups revealed a limitation of the maximum harmonic frequency, in relation to the LAR group, in addition to an increase in durations and voicing percentage in non-voiced segments, in a higher proportion in the ALAb subgroup. The influential variables referred to harmonic measurements and those related to the occlusion phase. For discriminant analysis of voicing contrast, considering pairs per point of articulation, the percentages of classification were 89.29% in bilabial sounds, 93.06% in alveolar sounds and 86.75% in velar sounds. The acoustic findings revealed a wide range of mobilizations developed by the alarygeal speakers in the pursuit of the goal of articulated and intelligible speech production
Palavras-chave: Laringectomia
Laringectomizados
Fonética acústica
Fala
Laryngectomy
Laryngectomess
Phonetics, Acoustic
Speech
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Reis, Nathália dos. Estudo acústico da fala traqueoesofágica. 2018. 218 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21298
Data de defesa: 15-Jun-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nathália Dos Reis.pdf5,96 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.