???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21226
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tradução e adaptação cultural do instrumento: “The SACS TM Instrument”
Autor: Silveira, Néria Invernizzi da 
Primeiro orientador: Lanza, Leni Boghossiam
Resumo: Introdução: A pele ao redor da estomia deve ser avaliada constantemente pois possui risco de perda de sua integridade e não há instrumento no Brasil para a avaliação, classificação e localização topográfica destas lesões. Objetivo: Este estudo objetivou realizar e adaptação cultural do “The SACSTM Instrument” para o Brasil, avaliar o índice de validade de conteúdo (IVC) e a confiabilidade interobservadores. Método: É um estudo metodológico com abordagem quantitativa. A adaptação cultural foi desenvolvida por quatro tradutores, sendo dois para a tradução e dois para a retrotradução. O IVC das equivalências de semântica, idiomática, cultural e conceitual foram analisadas por sete juízes e a versão final foi elaborada pela pesquisadora. A concordância interobservadores ocorreu pela análise de quarenta e uma fotografias por dois ET. Resultado: O SACSTM obteve IVC=1. A confiabilidade, para a avaliação e classificação das lesões apresentou concordância de 41,18% e K=0,2444, e para localização topográfica resultou em 46,67% e K=0,3151. Outra medida de concordância interobservadores foi o nível de significância estatística que apresentou p<0,001 concluindo ser extremamente significante. Discussão: O processo de tradução e adaptação cultural foi desenvolvido com o rigor científico do objetivo da pesquisa. O IVC =1 foi o mesmo que ocorreu em um estudo da Turquia. Na Itália e EUA resultou respectivamente em IVC = 0,91 e IVC = 0,94, demonstrando a viabilidade na prática clínica, porém com capacitação específica. Conclusão: O instrumento SACSTM foi traduzido e adaptado para a cultura do português do Brasil e significou ser uma ferramenta padronizada internacionalmente e de utilidade na prática clínica para a avaliação, classificação, localização topográfica das lesões periestomias, certificando resultados fidedignos e que atendeu os objetivos deste estudo
Abstract: Introduction: The skin around the ostomy should be evaluated constantly because of the risk of having its integrity impaired and there is no instrument validated in Brazil for assessment and classification of the lesions and topographic location. Objective: To carry out the cultural adaptation of "The SACS™ Instrument" for use in Brazil and assess content validity, inter-observer reliability and evaluate the educational dimension to the understanding of this instrument. Method: This is a methodological study with a quantitative and qualitative approach. The cultural adaptation was elaborated by four translators in the translation and back-translation phases and its summaries were compiled by the author. The content validity index (CVI) was analyzed by seven judges for semantic, idiomatic, cultural and conceptual equivalences. The formula for calculating the CVI was the addition of the answers, divided by the total number of answers. Inter-observer reliability came from the investigation of 41 photographs, carried out by two nurses who specialize in stomatherapy and the values were presented in percentage and with the weighted kappa coefficient (K). To achieve instrument validity a focus group strategy was used, with eight students from year four of the undergraduate nursing program. Result: The result obtained for SACS™ Instrument was IVC=1. Reliability for the evaluation and classification of the lesions presented agreement of 41.18% and K = 0.2444, and for topographic location resulted in 46.67% and K = 0.3151. Another measure of interobserver agreement was the level of statistical significance that presented p <0.001 and was found to be extremely significant. Discussion: The process of translation and cultural adaptation was developed with the scientific rigor of the research objective. IVC = 1 was the same as that in a study in Turkey. In Italy and the USA, IVC = 0.91 and IVC = 0.94, respectively, demonstrated the viability in clinical practice, but with specific training. Conclusion: The SACSTM instrument was translated and adapted to Brazilian Portuguese culture and meant to be an internationally standardized tool and useful in clinical practice for the evaluation, classification, topographic location of peristomial lesions, certifying reliable results and that met the objectives of this study
Palavras-chave: SACS TM - Instrumento de avaliação de lesões periestomais
Estomia
Ferimentos e lesões
The SACS TM Instrument
Ostomy
Wounds and injuries
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Silveira, Néria Invernizzi da. Tradução e adaptação cultural do instrumento: “The SACS TM Instrument”. 2018. 111 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21226
Data de defesa: 16-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Néria Invernizzi da Silveira.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.