Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21190
Tipo do documento: Dissertação
Título: A antropomorfização do mercado: análise de um fenômeno discursivo
Autor: Bonafé, Margarete Maria de Campos 
Primeiro orientador: Silva, Maria Cecília Pérez de Souza e
Resumo: O item lexical “mercado” alçado à condição de ser humano não constitui um fenômeno recente. No século XVIII, Adam Smith, um dos autores clássicos da moderna teoria econômica, já atribuía ao mercado uma “mão invisível”. Atualmente, dadas as características do Neoliberalismo, com o encolhimento do espaço público e o alargamento do espaço privado, o mercado tem tido grande atuação e a economia vem sendo fetichizada como tábua de salvação para todos os problemas; consequentemente, a política, como atividade republicana e democrática encontra-se esvaziada. Frente a tal problemática, esta dissertação tem por objetivo apreender o fenômeno da antropomorfização do mercado (atribuição de ações, atitudes ou sentimentos tipicamente humanos ao chamado mercado) por meio do conceito de fórmula discursiva, entendida como uma categoria particular de lugar discursivo, nos termos de Alice Krieg-Planque. Para tanto, foram selecionados dados extraídos do jornal Folha de S. Paulo, referentes a um período bastante emblemático do ponto de vista sócio-histórico, marcado por intenso debate público: o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Assumiu-se a hipótese de que a antropomorfização do mercado - termo cunhado neste trabalho - caracteriza um fenômeno discursivo. Com base no modelo teórico e metodológico desenvolvido por Krieg-Planque, foram analisadas associações léxico-sintáticas que exibiam marcas de um mercado antropomorfizado pelo/no discurso, configurando uma combinação entre teoria e corpus que levou ao aprofundamento da discussão acerca das condições que compuseram o entorno social e histórico, o pano de fundo que possibilitou a emergência e a ocorrência desse fenômeno discursivo. Para além de sua possível rotulagem como fórmula, observou-se o funcionamento do objeto de estudo como um referente social e o reconhecimento de um certo lugar discursivo
Abstract: The lexical item “market” when lifted to the condition of a human being does not comprise a recent phenomenon. In the 18th century, Adam Smith, one of the classic authors of modern economic theory had already provided the market with an “invisible hand”. Currently, given the characteristics of Neoliberalism with the shrinking of the public space and the dissemination of the private space, the market has been playing a big role and the economy has been turned into a fetish taken as the hope of salvation for all problems; thus, the politics, as a republican and democratic activity is drained. Facing such disruption, the objective of this dissertation is to apprehend the anthropomorphism of the market phenomenon (assignation of typically human actions, attitudes or feelings to the market) through the concept of discursive formula, considered as a particular category of discursive position, according to Alice Krieg-Planque. To do so, some data were collected from the newspaper Folha de S. Paulo related to an extremely emblematic period of time from the social historical point of view, marked by an intense public opinion debate: the impeachment process against Dilma Rousseff. It was assumed as a hypothesis that the anthropomorphism of the market – labeled so in this assignment - characterizes a discursive phenomenon. Based on the theoretical-methodological approach developed by Alice Krieg-Planque, lexical-syntactic structures that displayed signs of an anthropomorphized market through/in the discourse were analyzed, which resulted in a combination of theory and corpus that has led to an expansion of the discussions about the historical and social aspects, the background that enabled the outset and the occurrence of this discursive phenomenon. Over and above its possible label as a formula, the functioning of the study object as a social referent as well as the recognition of a certain discursive position were observed
Palavras-chave: Análise do discurso
Antropomorfização do mercado
Sociolinguística
Discourse analysis
Anthropomorphism of the market
Sociolinguistics
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Bonafé, Margarete Maria de Campos. A antropomorfização do mercado: análise de um fenômeno discursivo. 2018. 108 f. Dissertação( Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21190
Data de defesa: 19-Abr-2018
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Margarete Maria de Campos Bonafé.pdf2,08 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar
Margarete Maria de Campos Bonafé Apêndices.pdfApêndices44,43 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.