???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21182
Tipo do documento: Dissertação
Título: A escassez do pensamento meditativo heideggeriano no contexto Iurdiano
Autor: Bernardo, Sarah Fernandes Santana 
Primeiro orientador: Brito, Enio José da Costa
Resumo: O pensamento meditativo, que pensa o sentido do ser e justamente por isso trata de um espaço de maior intimidade, é proposto por Martin Heidegger como um contraponto ao pensamento racional, ou como ele denomina, pensamento calculador. Esse pensamento calculador, que não se restringe apenas aos cálculos, expressa o modo cibernético que está sempre atrás de uma próxima oportunidade, carregado pelos valores da eficácia, eficiência e desempenho de resultados, que conquista absolutismo na época vigente da técnica planetária. Ora, se o poder, controle e cálculo, advindos da Metafísica, dominam a terra inteira, como será que isso interfere na religião? Intentando buscar compreender as implicações da escassez da meditação na religião busca-se por meio dessa pesquisa uma aproximação dos conceitos heideggerianos como chave para leitura do contexto Iurdiano - Igreja Universal do Reino de Deus. Primeiramente, apresentando a perspectiva heideggeriana como base para aproximação do pensamento meditativo; depois explanando o desenvolvimento da técnica na teologia, a fim de entender a tradição metafísica legada à Igreja Universal do Reino de Deus; e por fim, poder levantar três fenômenos que desvelam a escassez da meditação no contexto Iurdiano
Abstract: Meditative thinking, which thinks the sense of being and exactly for this reason, represents a space of greater intimacy, is proposed by Martin Heidegger as a counterpoint to the rational thinking, or as he calls it, calculative thinking. This calculative thinking, which is not restricted to calculations only, expresses the cybernetic mode that is always looking for the next opportunity, carried by the values of effectiveness, efficiency and performance results, that conquers the absolutism in the current season of planetary technique. Now, if the power, control and calculation, coming from Metaphysics, dominate the whole world how does it interfere with religion? Trying to understand the implications of the scarcity of meditation in religion, this research seeks to approach Heideggerian concepts as a key to the reading of the Iurdian context - Universal Church of the Kingdom of God. First presenting the Heideggerian perspective as a basis for the approximation of meditative thinking; then explaining the development of technique in theology, in order to understand the metaphysical tradition bequeathed to the Universal Church of the Kingdom of God; and finally, to raise three phenomena that reveal the meditative lacking in the Iurdian context
Palavras-chave: Pensamento meditativo
Igreja Universal do Reino de Deus
Metafísica
Meditative thinking
Universal Church of the Kingdom of God
Metaphysics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Bernardo, Sarah Fernandes Santana. A escassez do pensamento meditativo heideggeriano no contexto Iurdiano. 2018. 71 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21182
Data de defesa: 20-Apr-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sarah Fernandes Santana Bernardo.pdf552,25 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.