???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2116
Tipo do documento: Dissertação
Título: Unir para difundir: o impacto das federativas no crescimento do espiritismo
Autor: Betarello, Jeferson 
Primeiro orientador: Queiroz, José J.
Resumo: A presente pesquisa analisa o impacto no crescimento do contingente espírita formal, causado pelos posicionamentos institucionais de suas lideranças, concretizadas nos órgãos federativos espíritas as federações espíritas. Identifica os elementos que contribuem para a crença, por parte das federativas e em especial da Federação Espírita Brasileira (FEB), de que o contingente espírita formal seja muito superior ao apontado pelo Censo IBGE/2000. Por meio de levantamentos históricos sobre a institucionalização do Espiritismo, aponta ambigüidades desde sua origem na França e outras que surgiram durante o processo de consolidação do Espiritismo como uma religião no Brasil. Para interpretar os impactos, tanto negativos quanto positivos, das federativas no crescimento do contingente, utilizamos o aparato teórico da Teoria da Escolha Racional, especialmente os conceitos que contribuem para analisar o sucesso de uma religião em termos de adesão formal. A partir da análise dos dados obtidos dos censos do IBGE, dos cadastros federativos e de uma pesquisa na cidade de Franca-SP, chegamos nas seguintes conclusões: as federativas espíritas impactaram positivamente o crescimento do contingente por atuarem para a consolidação do Espiritismo como uma importante religião no Brasil, adaptando-o ao contexto brasileiro sem deixar de fundamentá-lo nas obras de Kardec, diferenciando-o de outras religiões mediúnicas; as federativas espíritas impactam negativamente o crescimento do contingente espírita por enviarem mensagens ambíguas para o Movimento Espírita, principalmente aquelas relacionadas à dicotomia ciência-religião, tais mensagens afetam a ação dos centros espíritas, transformando-os em prestadores de serviços que estimulam a freqüência e não a adesão; por não reconhecerem os dados censitários oficiais e não produzirem dados sobre o seu contingente, as federativas não subsidiam o Movimento Espírita com informações estratégicas, que permitiriam uma maior presença e melhor distribuição geográfica dos centros espíritas em relação a outros grupos religiosos, em conseqüência disto, as federativas afetam negativamente o crescimento do contingente espírita formal. Entretanto, registramos uma exceção em Franca-SP, onde a federativa USE representa um modelo de impacto positivo no crescimento do contingente espírita formal
Abstract: The present research analyzes the impact on the growth of the formal spiritist contingent, caused by the institutional positioning of its leaderships, which is concretized in the spiritist federative organisms the spiritist federations. It identifies the elements that contribute to the belief, by the federative organisms, especially the Federação Espírita Brasileira (FEB), that the formal spiritist contingent be much superior to that pointed by the Census IBGE/2000. By means of historical surveys on the institutionalization of the Spiritism, it points out ambiguities ever since its origins in France as well as others that came out during the process of consolidation of the Spiritism as a religion in Brazil. In order to identify the impacts, both negative and positive, of the federative organisms on the contingent growth, the theoretical apparatus of the Rational Choice Theory was used, especially the concepts that contribute to the analysis of the success of a religion concerning formal adherence to it. From the analysis of the data obtained from the IBGE censuses, from federative records, and from a research done in the city of Franca-SP, the following conclusions are drawn: the spiritist federative organisms have positively impacted on the contingent growth for their performance in the consolidation of the Spiritism as an important religion in Brazil, by adapting it to the Brazilian context, without leaving the Kardec s fundamentals behind, thus differing it from other mediumnic religions; the spiritist federative organisms have negatively impacted on the contingent growth for sending ambiguous messages to the Spiritist Movement, particularly those related to the science and religion dichotomy, and that affect the actions of the spiritist centers, by transforming them into service renders that encourage attendance but not adherence; for not acknowledging official census data and for not producing data about the contingent, the federative organisms do not subsidize the Spiritist Movement with strategic information that would permit a major presence and a better geographic distribution of the spiritist centers in relation to other religious groups, therefore negatively impacting on the growth of the formal spiritist contingent. However, an exception was noted in Franca-SP, where the spiritist federative organism USE represent a model of positive impact in the growth of the formal spiritist contingent
Palavras-chave: Kardecismo
Federativas espíritas
Movimento espírita
Spiritism
Kardecism
Spiritist federative organisms
Spiritist movement
Federacao Espirita Brasileira
Uniao das Sociedades Espiritas do Estado de Sao Paulo
Espiritismo -- Brasil
Espiritismo -- Sao Paulo (estado)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Betarello, Jeferson. Unir para difundir: o impacto das federativas no crescimento do espiritismo. 2009. 193 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2116
Data de defesa: 15-Oct-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jeferson Betarello.pdf5,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.